Conteúdo publicado há 25 dias

Porto Alegre: Chuva em maio ultrapassa 500 mm, 34% da média anual na cidade

A chuva acumulada em Porto Alegre neste mês alcançou a marca de 513,6 mm nesta segunda-feira (27), às 9h, segundo levantamento da agência meteorológica MetSul. O recorde histórico acontece em meio às enchentes que atingem o Rio Grande do Sul desde o final de abril.

O que aconteceu

O número representa 34% da média anual de chuva na capital gaúcha (1991-2020), de 1494,6 mm. Considerando o mesmo período, esse montante de chuva é 455% da precipitação média mensal, de 112,8 mm.

Maio de 2024 é o mês mais chuvoso desde que a análise começou a ser feita de forma regular, em 1910. Antes, setembro de 2023 era o mês com maior acumulado de chuva, 447,3 mm; seguido de maio de 1941, 405,5 mm; junho de 1944, 403,6 mm; abril de 1941 com 386,6 mm; e junho de 1982 com 365,6 mm.

No último dia 23, maio de 2024 já havia se tornado o mais chuvoso em toda a série histórica, alcançando 461 mm. Agora, pela primeira vez, um mês ultrapassou os 500 mm na capital.

Ciclone extratropical

Um ciclone extratropical começou a se formar na costa sul do Brasil nesta segunda, levando mais chuva para o RS. Passado o mau tempo no início da semana, a previsão é de dias sem chuva ou com sol, segundo a MetSul.

O fenômeno meteorológico traz chuva, vento e risco de temporais localizados. O mar ficará agitado numa extensa área da costa brasileira. Não devem ocorrer novas enchentes nos locais já afetados.

A empresa explica que o ciclone costuma empurrar ar seco para o RS ao se afastar do estado. Com isso, a estimativa é que o estado veja dias seguidos sem chuva intensa ou com sol e nuvens, o que possibilitará a baixa dos níveis dos rios.

Mortos pelas enchentes

As enchentes no RS já deixaram 169 mortos, segundo balanço divulgado pela Defesa Civil às 18h desta segunda.

Continua após a publicidade

São 2.345.400 de pessoas afetadas, sendo 581.638 desalojados e 55.813 em abrigos. Há 806 feridos, 53 feridos e 469 municípios afetados.

As forças de segurança do Estado resgataram 77.712 pessoas.

Deixe seu comentário

Só para assinantes