Conteúdo publicado há 1 mês

Vídeo de André Valadão sobre enviar filhos à faculdade repercute nas redes

Um trecho de uma pregação do pastor André Valadão, líder da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte (MG), divulgado por ele mesmo o X (antigo Twitter), gerou reações nas redes sociais.

O que aconteceu

No vídeo, líder evangélico diz que estudo "pode acabar com a vida" dos filhos. "Se a faculdade vai acabar com a vida do teu filho, não manda ele para a faculdade. Não manda! Vai vender picolé na garagem. 'Ah, mas eu não criei meu filho para isso'. Você criou para quê? Para ele ir para o inferno, pô?", disse André Valadão.

Na sequência, o pastor falou especificamente sobre mulheres. "Criou a sua filha para quê? Para virar uma vagabunda? Ou você a criou para virar uma mulher santa, uma mulher digna de família? Aí ela tem um diploma, é rodada, é doida...", destacou.

Valadão ainda envia um recado para os pais: "Você vai falar de Jesus e ele diz assim: 'não fala de Deus para mim, não'. Acabou sua vida, irmão. Aí você vem para a igreja. 'O que eu errei?'. Você aceitou. Você, papai e mamãe. E se você está vivendo essa situação, eu tenho boas novas para você. Não pare de lutar pelos seus filhos", concluiu.

Na legenda da publicação, o líder evangélico escreveu: "Todo pai e mãe conhece muito bem os pontos fortes e fracos dos filhos. Não adianta empurrar eles (sic) para algum lugar que não irão se dar bem, não arrisque a salvação."

A fala controversa de Valadão gerou críticas de internautas nas redes sociais. "Se os filhos não estão preparados para encarar uma faculdade, isso diz mais sobre os pais do que sobre a faculdade", escreveu um deles. "Pastor usando Louis Vuitton e dizendo para você não investir na educação do seu filho. Por isso a Bíblia diz que o povo do Senhor perece por falta de conhecimento", disse outro.

Ao UOL, o pastor André Valadão afirmou que a fala foi distorcida por "aproveitadores". "Tudo que falo em púlpito é com compromisso com a Palavra (Bíblia). E, mesmo não estando isento de errar, há uma distorção sobre o que foi dito por aproveitadores que discordam de qualquer coisa que for dita por mim. Não sou contra faculdade, e nem contra cristãos na ciência", declarou.

Deixe seu comentário

Só para assinantes