PUBLICIDADE
Topo

Eleições 2020

Convenções no Norte e Nordeste têm aglomeração e falta de prevenção à covid

Convenção do MDB em Santo Antônio (RN), lotada, em ginásio fechado e sem distanciamento - Reprodução/Twitter
Convenção do MDB em Santo Antônio (RN), lotada, em ginásio fechado e sem distanciamento Imagem: Reprodução/Twitter

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

15/09/2020 04h00Atualizada em 15/09/2020 14h00

As convenções partidárias trouxeram um festival de imagens de aglomerações e de pessoas sem ou com uso inadequado de máscaras. Elas foram organizadas por legendas de vários espectros políticos, tanto à esquerda quanto à direita.

Segundo o epidemiologista e professor da USP (Universidade de São Paulo) Paulo Lotufo, as aglomerações são o maior problema para espalhamento do novo coronavírus, especialmente para as cidades que tiveram número baixo de casos e ainda têm a maioria da população suscetível à covid-19.

"Os eventos desse tipo são os que mais propiciam a disseminação do vírus. Muito mais do que aulas presenciais bem organizadas ou o uso regrado de áreas públicas. A esperança é que o número de infectados tenha sido pequeno para evitar a propagação", diz.

Os encontros são realizados para definição de candidatos e lotaram locais públicos e fechados, especialmente em cidades do Norte e Nordeste do país. Eles acontecem até a próxima quarta-feira (16).

Muitos políticos com cargos em Brasília nem sequer viram problema nos atos e postaram encontros com eleitores em grandes grupos. No Twitter, por exemplo, o deputado federal e presidente do MDB no Rio Grande do Norte, Walter Alves, postou fotos em Santo Antônio, Macaíba e Nova Cruz, todas com locais lotados.

Na mesma rede, o senador Fernando Collor (PROS-AL) divulgou vídeo em que chega a um local fechado em Porto Calvo, onde cumprimenta e é festejado por eleitores —alguns usando máscara inadequadamente.

Em São Luís, a convenção do PCdoB que homologou a candidatura de Rubens Pereira Júnior na disputa pela prefeitura também resultou em uma quadra de esportes lotada e grande aglomeração.


Ainda no Maranhão, uma outra convenção chamou a atenção: a que homologou a candidatura de Maura Jorge (PSDB), que levou uma uma multidão a um local público em Lago da Pedra. O detalhe é que ela era superintendente da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) no estado, entidade que zela por estratégias de prevenção na saúde.

Em Custódia, semiárido pernambucano, foi o prefeito Manuca (PSD) quem promoveu aglomeração com um desfile na carroceria em uma camionete que levou centenas de pessoas às ruas.

Em Ipixuna do Pará, a convenção do PT que marcou a confirmação da candidatura de Katiane Cunha também foi lotada em local fechado.

Em Nhamundá, no Amazonas, foi a convenção do PSD que teve uma quadra de esportes lotada e recebeu críticas nas redes sociais.

Eleições 2020