PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ex-babá de Adam Lanza diz que mãe o avisou para tomar cuidado com o garoto

Ryan Kraft, que diz ter sido babá de Adam Lanza, quand o garoto tinha entre 9 e 10 anos - Reprodução ABC 7 NEWS
Ryan Kraft, que diz ter sido babá de Adam Lanza, quand o garoto tinha entre 9 e 10 anos Imagem: Reprodução ABC 7 NEWS

Do UOL, em São Paulo

17/12/2012 08h54Atualizada em 17/12/2012 12h34

Um homem que se identificou como ex-babá de Adam Lanza, 20, atirador do colégio Sandy Hook, no Estado de Connecticut, nos EUA, disse que foi avisado pela mãe do jovem para tomar cuidado com ele.

Ryan Kraft disse à rádio KCBS, da rede "CBS", que estudou no colégio onde Lanza matou 26 pessoas depois de matar a própria mãe na última sexta-feira (14) e que tomou conta do rapaz quando ele tinha entre 9 e 10 anos. Kraft tinha 15 na época.

Quando soube do tiroteio, Kraft disse ter ficado em choque. "Não podia pensar naquilo. Eu tremia", declarou à rádio.

Sobre Lanza, Kraft disse que quando aceitou o emprego, lembra-se de Nancy Lanza, a mãe do rapaz, dizer a ele para tomar cuidado com o filho e nunca dar as costas para ele.

"Eu deveria ficar de olho nele a todo o momento e nunca dar as costas a ele, nem mesmo para ir ao banheiro ou algo parecido", contou Kraft, que hoje mora em Hermosa Beach, na Califórnia.

Para Kraft, Nancy parecia preocupada além do normal com o filho. No entanto, ele diz que Adam era um jovem "inteligente e introvertido". Sobre Nancy, Kraft contou que ela era dedicada e participava da vida dos filhos.

Agora, ele abriu um fundo para arrecadar dinheiro e ajudar as famílias a pagarem as despesas com os funerais das vítimas e os tratamentos a que algumas crianças precisem se submeter devido ao trauma provocado pela situação.

Trata-se do segundo tiroteio mais sangrento na história dos Estados Unidos, atrás apenas do registrado em 2007 na universidade Virgínia Tech, onde morreram 33 pessoas.

Internacional