PUBLICIDADE
Topo

Do lado de fora, venezuelanos aplaudem Ahmadinejad e vaiam príncipe espanhol

Carlos Iavelberg

Do UOL, em Caracas

08/03/2013 16h04

Sob um forte sol escaldante, milhares de venezuelanos vindos de todas as partes do país acompanharam o funeral de Estado do presidente Hugo Chávez nesta sexta-feira (8) em frente a Academia Militar, em Caracas.

Assim que começou a cerimônia, à medida em que eram anunciados os nomes de alguns chefes de Estado, a população se manifestava do lado de fora. O nome do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad foi o mais aplaudido entre todos os líderes presentes.

Desde que o corpo de Chávez chegou ao local onde está sendo velado, na quarta-feira (6), telões transmitem tudo o que acontece lá dentro para a multidão que espera horas na fila para ver o presidente morto.

Presidentes de países aliados da Venezuela de Chávez, como Raúl Castro (Cuba), Evo Morales (Bolívia) e Rafael Correa (Equador), também foram bem recebidos pela multidão.

O príncipe espanhol Felipe de Bourbon, por sua vez, foi o único vaiado pelos venezuelanos. Na memória dos chavistas, ainda está o "Por que no te callas?" dito pelo seu pai, o rei da Espanha, Juan Carlos, a Chávez em dezembro de 2007.

"Ele [Juan Carlos] se meteu com a maior instituição da Venezuela: nosso comandante Chávez. Nunca vamos esquecer isso", disse a enfermeira Kehisber Diaz, 46.

Internacional