Topo

Identidade de 2º passageiro com passaporte falso em voo que sumiu é revelada

Wong Maye-E/AP
Policial da Malásia mostra fotos dos dois homens que embarcaram no voo MH370 da Malaysia Airlines com passaportes roubados. Pouria Nour Mohammad Mehrdad, 19, (à esquerda) e Delavar Seyed Mohammad Reza, 29, ambos iranianos, entraram juntos no avião que sumiu na última sexta-feira (7) Imagem: Wong Maye-E/AP

Do UOL, em São Paulo

11/03/2014 07h37

O segundo passageiro que embarcou no voo MH370 da Malasya Airlines, na última sexta-feira (7), em Kuala Lumpur (Malásia), é um iraniano de 29 anos, segundo revelou a Interpol nesta terça-feira (11).

O secretário-geral da organização, Ronald K. Noble, informou, durante entrevista coletiva realizada em Lyon (França), por volta de 11h no horário local (7h em Brasília), que o segundo homem portando um passaporte roubado é Delavar Seyed Mohammad Reza.

  • 23242
  • true
  • http://noticias.uol.com.br/enquetes/2014/03/11/o-que-voce-acha-que-aconteceu-com-o-aviao-desaparecido-na-malasia.js

O iraniano aparece em uma foto ao lado do outro passageiro que usou passaporte roubado para viajar, Pouria Nour Mohammad Mehrdad, também iraniano, de 19 anos, cuja identidade havia sido revelada mais cedo pelo chefe de polícia da Malásia, Khalid Abu Bakar.

De acordo com Bakar, é "improvável" que o jovem tenha ligações com grupos terroristas -- e ele estaria viajando para a Alemanha, onde pediria asilo político.

Segundo a Interpol, os dois iranianos saíram de seu país natal cerca de uma semana antes do embarque na Malásia, usando seus passaportes verdadeiros. Não se sabe ainda por que eles trocaram de documentos para entrar no voo destinado a Pequim (China), que desapareceu na última sexta-feira (7). Eles usaram um passaporte italiano e um austríaco, roubados entre 2012 e 2013.

O voo MH370 decolou de Kuala Lumpur às 0h41 locais (13h41 de Brasília da sexta-feira) e tinha previsão de chegada a Pequim cerca de seis horas mais tarde, mas desapareceu do radar uma hora depois da decolagem. No avião havia 239 ocupantes, 227 passageiros, entre eles duas crianças, e uma tripulação de 12 malaios. (Com agências)