Romney pede que republicanos rejeitem "vigarista" Trump

Do UOL, em São Paulo

  • Rick Bowmer/AP

    Mitt Romney discursa na Universidade de Utah, em Salt Lake City

    Mitt Romney discursa na Universidade de Utah, em Salt Lake City

O pré-candidato republicano à Presidência dos EUA Donald Trump foi qualificado nesta quinta-feira (3) como um "vigarista" pelo também republicano Mitt Romney, que instou os correligionários a optarem por outro candidato do partido. 

"Ele não tem nem o temperamento nem o discernimento para ser presidente", disse Romney em discurso na Universidade de Utah, em Salt Lake City. 

"Isso é o que eu sei: Donald Trump é um falso, uma fraude", afirmou. "Suas promessas são tão sem valor quanto um diploma da Trump University."

 "Ele está fazendo o público norte-americano de otário. Ele ganha um ingresso para a Casa Branca e só o que recebemos é um chapéu horroroso", disse ainda.

Romney também alertou que uma indicação de Trump pode acabar levando Hillary Clinton, a principal rival democrata, à Casa Branca. 

Trump, por sua vez, disse Romney é um "candidato fracassado" que não deveria dar conselhos. Romney perdeu as eleições de 2012 para Barack Obama.

Muitos dentro do Partido Republicano parecem ter ficado alarmados diante do avanço de Trump na Superterça. O magnata obteve vitória em sete Estados. 

Em seu discurso da vitória, ele se apresentou como um "unificador".

Em uma carta aberta, republicanos ligados à área de segurança disseram que a visão de Trump sobre a influência e o poder americanos "é inconsistente e desancorada de princípios".

"Ele vai do isolacionismo à aventura militar no espaço de uma frase", diz a carta, segundo a BBC. (Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos