Alemães postam gatos contra violência após atentado em Munique

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter/@ElkeVogelsang

    "Gato em vez de violência" é a hashtag que está sendo usada pelos alemães após polícia pedir para que imagens das operações de busca de atiradores não fossem divulgadas nas redes sociais

    "Gato em vez de violência" é a hashtag que está sendo usada pelos alemães após polícia pedir para que imagens das operações de busca de atiradores não fossem divulgadas nas redes sociais

Alemães estão postando fotos de gatos no Twitter em resposta ao pedido das autoridades para que população evite compartilhar informações que possam comprometer os trabalhos dos agentes, que ainda procuram os suspeitos de atirar contra pessoas em um shopping center em Munique, no sul da Alemanha, nesta sexta-feira (22).

Logo após o pedido policial, as redes sociais foram tomadas por imagens e vídeos de gatos, sendo compartilhadas com a hashtag #Katzenbilder ou #katzenstattgewalt, que em alemão significam "imagens de gatos" e "gatos em vez de violência", respectivamente.
 

Nesse tweet, a usuária afirma que o gato Gummitch, vai reprimir fotos de atividades policiais assim como subjuga a roupa. 

 

Neste outro, a usuária adverte que a hashtag é "gatos em vez de violência", mas que seu gatinho pode ser bem violento.

 

Belgas também começaram a postar fotos de gatos nas redes sociais, após autoridades fizerem o mesmo pedido aos cidadãos de Bruxelas, durante as operações que sucederam os ataques terroristas ocorridos em vários locais da capital da Bélgica. Até a polícia entrou na brincadeira, "agradecendo" aos gatos que "ajudaram" durante a caçada aos terroristas com uma postagem no Twitter.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos