Casal sofre overdose ao lado de criança nos EUA; polícia divulga foto para "conscientizar"

Do UOL, em São Paulo

ESTE TEXTO CONTÉM IMAGENS FORTE

Alegando quer conscientizar a população sobre os efeitos devastadores da heroína, a polícia de uma cidade dos Estados Unidos divulgou imagens fortes de um casal sofrendo uma overdose no carro enquanto transportava uma criança de 4 anos de idade no banco de trás.

As imagens foram divulgadas pelo departamento policial de East Liverpool, cidade localizada no Estado de Ohio. O caso aconteceu na quarta-feira (7), de acordo com o registro de ocorrência assinado pelo policial Kevin Thompson.

Thompson notou que um carro utilitário trafegava de maneira irregular por uma avenida da cidade e ordenou que o motorista parasse no acostamento.

Departamento de Polícia de East Liverpool/Divulgação
O filho de 4 anos de Rhonda Pasek estava no banco de trás; o casal sobreviveu

Ao ser abordado, o motorista identificado como James Acord desmaiou, após balbuciar por alguns segundos de maneira incompreensível. A mulher, Rhonda Pasek, estava desacordada no banco do carona e "ficando azul", de acordo com o relato do policial. Filho dela, o menino estava no banco de trás.

O agente policial relatou ter encontrado restos de heroína no carro e afirmou que o casal sofria de uma overdose. Os dois foram reanimados pelos médicos socorristas e sobreviveram. Após receberem tratamento em um hospital, foram presos. O menino foi entregue a parentes, após passar por um centro de assistência social

Polícia justifica divulgação

Em nota, a polícia da East Liverpool afirma "estar consciente" que a divulgação das imagens pode ofender algumas pessoas, "mas está na hora de o público, que não usa drogas, ver algo com o qual estamos lidando todos os dias".

A nota acrescenta: "Nós sentimos que é necessário mostrar o outro lado desta droga horrível. Nós sentimos que precisamos ser uma voz para as crianças envolvidas nessa realidade horrível. Esta criança não pode falar por si mesma, mas estamos esperançosos de que sua história pode convencer outro usuário a pensar duas vezes antes de injetar este veneno ao ter uma criança sob sua custódia".

Em entrevista à rede de televisão "CNN", uma psicóloga criticou a atitude da polícia "pela exposição desnecessária da criança".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos