Guia de turismo morre após ser pisoteado por elefante na África

Colaboração para o UOL

  • Xinhua/Stringer

    Elefante domesticado atacou guia no parque nacional Victoria Falls, no Zimbábue

    Elefante domesticado atacou guia no parque nacional Victoria Falls, no Zimbábue

Um guia de turismo de 50 anos, identificado como Enock Kufandanda, morreu após ser pisoteado por um elefante no parque nacional Victoria Falls no último sábado (22). A atração turística fica no Zimbábue, país africano.

Kufandanda trabalhava na zona de aventura do parque. Ele cuidava de vários elefantes no momento em que foi atacado por um deles. Os animais do local - que são domesticados - são famosos por interagir e carregar turistas pelo parque.

Brent Williamson, um funcionário do Victoria Falls, explicou para a rede de televisão BBC que nenhuma testemunha viu o ataque do elefante. As pessoas, no entanto, ouviram os gritos da vítima.

"Eu o ouvi gritando e chorando por ajuda, mas isso foi apenas por segundos", disse ao jornal local "Newsday" uma testemunha que não foi identificada. "Então eu corri para ajudá-lo. Foi quando vi os elefantes andando na estrada e avistei Mbanje [o elefante] coberto de sangue por toda parte".

Williamson tentou descrever o que sentiu no momento. "Meu sangue esfriou e eu já sabia o que eu estava prestes a testemunhar...Ele [Kufandanda] foi destruído".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos