Furacão Irma força fechamento dos parques de diversão de Orlando

Do UOL, em São Paulo

  • Gregg Newton/Reuters

    Parques da Disney serão fechados e só reabrirão na segunda-feira (11)

    Parques da Disney serão fechados e só reabrirão na segunda-feira (11)

O furacão Irma, que deve passar pelo Estado americano da Flórida na madrugada deste domingo (10), forçou os parques de diversão da cidade de Orlando a anunciarem que vão fechar.

A cidade é destino de muitos brasileiros que querem aproveitar os parques temáticos da Disney, Universal Studios e SeaWorld.

Os quatro parques da Disney --Magic Kingdom, Hollywood Studios, Epcot e Animal Kingdom-- vão fechar no sábado (9) à noite, entre 19h e 21h locais e só devem voltar a abrir na segunda-feira (11). Os parques aquáticos Typhoon Lagoon e Blizzard Beach só reabrirão na terça-feira (12).

Os parques da Universal fecharão às 19h do sábado e só voltarão a abrir na terça.

SeaWorld e Busch Gardens, ambos do mesmo grupo, fecharão no sábado às 17h e reabrirão na terça.

Os parques aquáticos Aquatica Orlando e Adventure Island também estarão fechados até segunda-feira.

Todas as empresas informaram ao site Orlando Sentinel que permitirão o cancelamento ou reagendamento das datas de visita aos parques sem custos e com devolução do valor pago.

Evacuação em massa

Irma deve subir em direção à costa sudeste dos Estados Unidos após devastar várias ilhas do Caribe e passar por Porto Rico, República Dominicana, Haiti e Cuba. Quase um milhão de pessoas receberam ordens de deixar as áreas costeiras de Flórida e Geórgia, na maior evacuação maciça nos Estados Unidos em 12 anos.

O governador da Flórida, Rick Scott, ordenou o fechamento até segunda-feira de todos os estabelecimentos escolares, que poderão ser transformados em abrigos.

"Será realmente devastador", antecipou na quinta-feira o diretor da Agência Americana de Gestão de Emergências (FEMA), Brock Long. "Todo o sudeste dos Estados Unidos deve se proteger".

Na iminência da chegada do furacão ao litoral de Flórida e Geórgia nas próximas horas, o presidente americano, Donald Trump, expressou sua "grande preocupação".

Espera-se que a Flórida enfrente os fortes ventos de Irma a partir da noite de sexta-feira, com ondas que pode chegar a oito metros, segundo meteorologistas.

Miami ficou mergulhada no caos devido às filas intermináveis em postos de gasolina e aos engarrafamentos nas principais estradas. Os moradores também acabaram com tudo o que havia em supermercados para se abastecer de provisões e água.

As autoridades determinaram a evacuação dos 'keys' (ilhas) da Flórida, um arquipélago situado no extremo sul do Estado e onde turistas faziam malas para partir.

Depois do Irma, o Caribe enfrentará a fúria de outros dois furacões: José e Katia. José, que segue a trajetória de Irma, ganhou força na sexta e subiu para categoria 4, com ventos de até 195 km/h, segundo o NHC. Katia, de categoria 1, deve chegar à costa do estado mexicano de Veracruz também na sexta-feira. (Com Orlando Sentinel e agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos