Paralisação de atividades do governo dos EUA pode afetar os brasileiros?

Marcelo Freire

Do UOL, em São Paulo

  • Eduardo Munoz Alvarez/Getty Images/AFP

    21.jan.2018 - Turistas tiram fotos da Estátua da Liberdade, que estava fechada à visitação por causa do shutdown; ela foi reaberta nesta segunda (22)

    21.jan.2018 - Turistas tiram fotos da Estátua da Liberdade, que estava fechada à visitação por causa do shutdown; ela foi reaberta nesta segunda (22)

Desde sábado (20), parte das atividades do governo federal dos Estados Unidos está paralisada pela falta de recursos - processo conhecido como 'shutdown' -, consequência de uma falta de acordo entre Casa Branca e o Congresso norte-americano sobre o orçamento que financia o governo federal.

O impasse, de duração indefinida, afeta centenas de milhares de funcionários federais em diversos ministérios, incluindo os departamentos de Estado, Segurança Nacional e Interior - três órgãos que atuam em atividades que podem afetar a vida dos turistas que estão nos Estados Unidos ou pretendem viajar ao país.

Saiba mais:

A princípio, o shutdown não afeta os procedimentos de emissão e renovação do visto norte-americano e nem a entrada de turistas nos Estados Unidos. Mas a visita a pontos turísticos, como parques e museus, pode ser menos confortável do que em outros períodos.

Getty Images/iStockphoto

Serviço de vistos

A Embaixada dos EUA em Brasília, subordinada ao Departamento de Estado, informou que a paralisação não afetará os serviços de emissão e renovação do visto norte-americano.

"Serviços de passaportes e vistos vão continuar na nossa Embaixada, consulados e centros de atendimento durante a suspensão parcial de serviços, até novo aviso. Vamos atualizar nosso website somente em casos de uma mudança ou de uma emergência", diz a nota.

Alex Wroblewski/The New York Times

Aeroportos

A paralisação não deverá afetar o trabalho de controladores do voos e funcionários de segurança em aeroportos americanos, considerados essenciais pelo governo, e também não influencia o trabalho de alfândega e imigração, responsável por checar a entrada dos cidadãos nos Estados Unidos.

O maior impacto que o shutdown pode ter nessas funções é indireto. A falta de recursos pode reduzir o número de funcionários nessas agências e prejudicar a realização de treinamentos e até mesmo a contratação de novos trabalhadores, caso seja necessário.

Ralph Lee/National Geographic Creative
Grand Canyon, um dos parques mais visitados dos EUA, no Arizona

Visitas a parques e museus

Alguns dos pontos turísticos mais famosos dos Estados Unidos, como a Estátua da Liberdade (Nova York), Grand Canyon (Arizona), a prisão de Alcatraz (San Francisco) e os parques de Yosemite e Vale da Morte (Califórnia), são administrados pelo Serviço de Parques Nacionais, subordinado ao Departamento do Interior.

Ao contrário de 2013, o acesso do público aos parques não será fechado, pelo menos num primeiro momento, mas os serviços aos visitantes serão reduzidos. O órgão que administra os parques informou que banheiros e outros locais que atendem os turistas poderão estar fechados, e serviços como limpeza, remoção de lixo e manutenção em geral não funcionarão.

No sábado (20), a Estátua da Liberdade não foi aberta, pegando os turistas de surpresa, mas os serviços foram retomados nesta segunda após o governador de Nova York, Andrew Cuomo, assumir os custos da operação do monumento e também da Ellis Island, que abriga um museu da história da imigração aos Estados Unidos.

O governador do Arizona, Doug Ducey, também afirmou que o Grand Canyon permanecerá ativo com todas suas atividades, inclusive hospedagem em chalés, camping e restaurantes, através de uma verba conjunta do Estado e agências de turismo.

Em Alcatraz, na Califórnia, o serviço de visitação está normal, segundo a administração, com exceção do passeio noturno na prisão.

Outros pontos turísticos afetados são na capital Washington, como os museus do Ar e Espaço e da História Americana e o zoológico nacional, financiados pelo governo federal.

É recomendável que os brasileiros que pretendem visitar parques, museus e outros pontos turísticos dos Estados Unidos verifiquem diariamente se o local está aberto e quais serviços estão sendo fornecidos aos turistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos