PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Muçulmanos protestam pelo mundo contra ataques na Nova Zelândia

15.mar.2019 - Protestos em Istambul, na Turquia, pelo ataque a mesquitas na Nova Zelândia - Ozan Kose/AFP
15.mar.2019 - Protestos em Istambul, na Turquia, pelo ataque a mesquitas na Nova Zelândia Imagem: Ozan Kose/AFP

Do UOL, em São Paulo

15/03/2019 12h19

Muçulmanos de diversos países protestam hoje contra o ataque a duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia. Ao menos 49 pessoas morreram no atentado e outras 48 ficaram feridas. Três pessoas foram presas suspeitas de autoria. Apontado pelas autoridades como o autor do ataque na mesquita de Al Noor, Brenton Tarrant filmou sua ação e teria postado nas redes sociais um manifesto anti-muçulmano.

Pelo menos no Paquistão, na Turquia, na Índia e em Bangladesh, muçulmanos se reuniram hoje para orar e protestar pelos ataques. Em um manifesto postado no Twitter, um dos autores escreveu mensagens contra imigrantes e muçulmanos. Ele justificou o ataque como uma vingança à morte de uma menina sueca durante um atentado jihadista em Estolcomo em 2017.

No Paquistão, as orações de sexta-feira foram oferecidas às vítimas do atentado. Em seguida, manifestantes saíram às ruas para protestar contra ataques a muçulmanos. Em um dos cartazes é possível ler, em inglês, "muçulmanos são vítimas do terrorismo, não terroristas".

15.mar.2019 - Comerciantes paquistaneses gritam slogans e seguram cartazes enquanto protestam contra os ataques a duas mesquitas na Nova Zelândia, em Islamabad - Farooq/Naeem/AFP - Farooq/Naeem/AFP
Imagem: Farooq/Naeem/AFP

Na Turquia, uma oração simbólica foi realizada na mesquita de Fatih, em Istambul, pelas vítimas de Christchurch. Em seguida, os fiéis saíram às ruas para protestar.

15.mar.2019 - Pessoas realizam uma oração simbólica pelas vítimas dos ataques às mesquitas na Nova Zelândia, em Istambul, na Turquia - Ozan Kose/AFP - Ozan Kose/AFP
Imagem: Ozan Kose/AFP

15.mar.2019 - Manifestantes protestam contra os ataque nas mesquitas da Nova Zelândia após uma oração fúnebre simbólica pelas vítimas realizada na mesquita de Fatih, em Istambul - Ozan Kose/AFP - Ozan Kose/AFP
Imagem: Ozan Kose/AFP

Em Bangladesh, as orações de sexta-feira na Mesquita Nacional Baitul Mukarram em Daca também foram dedicadas aos mortos no atentado. Os protestos também aconteceram logo após a cerimônia.

15.mar.2019 - Em Bangladesh, muçulmanos oferecem as preces de sexta-feira às vítimas dos ataques na Nova Zelândia - Munir Uz Zaman/AFP - Munir Uz Zaman/AFP
Imagem: Munir Uz Zaman/AFP

15.mar.2019 - muçulmanos gritam o slogan de condenação ao ataque à mesquita de Christchurch na Nova Zelândia, depois das orações de sexta-feira na Mesquita Nacional Baitul Mukarram em Dhaka, Bangladesh - Mohammad Ponir Hossain/Reuters - Mohammad Ponir Hossain/Reuters
Imagem: Mohammad Ponir Hossain/Reuters

Na Índia, muçulmanos e clérigos indianos levantaram cartazes contra o ataque durante um seminário islâmico em Mumbai.

15.mar.2019 - Muçulmanos e clérigos indianos levantam cartazes para condenar o ataque a duas mesquitas na cidade neozelandesa de Christchurch, durante um seminário islâmico em Mumbai - Indranil Mukherjee/AFP - Indranil Mukherjee/AFP
Imagem: Indranil Mukherjee/AFP

Internacional