Topo

Empresário é condenado à prisão por fraude médica de US$ 1,3 bi nos EUA

Reprodução/Arquivo
Imagem: Reprodução/Arquivo

Do UOL, em São Paulo

13/09/2019 13h01

O empresário Philip Esformes foi condenado a 20 anos de prisão pela Justiça dos Estados unidos por ter feito o "maior esquema de suborno e propina de assistência médica da história americana". Segundo o jornal Orlando Sentinel, ele ganhou cerca de US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 5,2 bilhões) com fraudes médicas.

Esformes subornava médicos que encaminhavam pacientes para suas unidades de saúde na Flórida. Nelas, idosos chegaram a ser alojados junto com adultos mais jovem que sofriam de doenças mentais ou dependência de drogas.

Houve casos de mortes, como o de um idoso que foi espancado até a morte por um paciente com problemas mentais. Alguns dos pacientes com dependência de drogas chegavam a ficar soltos pela rua.

Esformes, que está preso desde 2016, hoje se diz uma pessoa arrependida. "Não há ninguém para culpar além de mim mesmo", comentou no tribunal.

A Promotoria estima que, além da prisão, Esformes será obrigado a pagar multa de mais de US$ 200 milhões. O valor ainda será definido em audiência em novembro.

Mais Internacional