Topo

Homem se entrega à polícia nos EUA alegando ter matado diversas pessoas

Agente policial nos EUA ajeita faixa em cena do crime - Elijah Nouvelage/Reuters
Agente policial nos EUA ajeita faixa em cena do crime Imagem: Elijah Nouvelage/Reuters

Do UOL, em São Paulo

15/10/2019 18h59

A delegacia de Mount Shasta, no norte da Califórnia, nos Estados Unidos, foi pega de surpresa com a chegada de um homem que anunciava ter assassinado diversas pessoas e que um dos cadáveres estava no porta malas de seu carro.

"Ele simplesmente chegou aqui e disse ao escrivão que queria confessar um assassinato", declarou o sargento Robert Gibson ao jornal New York Times. "Nunca vimos ninguém aparecer aqui com um corpo e se entregar dessa forma. Foi inusitado para nós".

O homem, identificado como Shankar Hangud, 53 anos, entrou no departamento policial por volta da hora do almoço e disse ter cometido o crime em Roseville, no sul do estado. Os agentes confirmaram que havia um cadáver no carro dele e que em seu apartamento haviam outras três pessoas mortas.

As vítimas, de acordo com a polícia, tinham parentesco com Hangud e foram assassinadas ao longo de vários dias. Gibson relatou que o homem aparentava muita calma enquanto confessava o crime e que não revelou os motivos que o levaram a isso.

Hangud aguarda o julgamento preso e deve ser indiciado por assassinato. A polícia acredita que ele agiu sozinho. Agentes monitoram a área para tentar descobrir outras possíveis vítimas do criminoso.

Internacional