Topo

Garota mexicana que sofria bullying tem QI superior ao de Einstein

Adhara Pérez tem 8 anos - Reprodução
Adhara Pérez tem 8 anos Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

18/11/2019 13h50

A garota mexicana Adhara Pérez, de 8 anos, teve a sua história contada pelo jornal "Yucatan Times'. Vítima de bullying na escola, a jovem tem um quociente de inteligência (QI) estimado em 162, número superior ao de nomes como de Albert Einstein, que tinha 160.

Nascida na Cidade do México, a menina foi diagnosticada com síndrome de Asperger (condição considerada leve do espectro do autismo) aos 3 anos.
Sua mãe, Nallely Sanchez, contou que Adhara teve uma "depressão profunda" por causa do bullying que sofria nos primeiros anos escolares.

"Vi que Adhara estava brincando em uma casinha e eles a trancaram. E eles começaram a cantar que ela era esquisita. E então eles começaram a bater na casinha. Então eu disse, não quero que ela sofra", contou ao jornal.

Diante da situação, a mãe procurou ajuda na terapia, e Adhara teve identificado o QI acima da média. Desde então, a menina foi encaminhada para ambientes escolares adequados à sua condição e ela rapidamente conclui as etapas de aprendizagem, encerrando o ensino médio neste ano.

Agora, a garota está no processo de obter dois diplomas online, um em engenharia industrial em matemática e outro em engenharia de sistemas.

No futuro, Adhara Pérez planeja entrar na Universidade de Arizona, nos Estados Unidos. Ela disse que pretende ser astronauta, viajar para Marte e ganhar o prêmio Nobel da Paz.

Internacional