PUBLICIDADE
Topo

Papa Francisco diz que próxima guerra será por água e pede diálogo

O papa Francisco se encontrou com o imperador Naruhito durante passagem pelo Japão - Behrouz MEHRI / AFP
O papa Francisco se encontrou com o imperador Naruhito durante passagem pelo Japão Imagem: Behrouz MEHRI / AFP

Do UOL, em São Paulo

25/11/2019 10h16

O papa Francisco, que está em viagem apostólica pelo Japão, se encontrou com o imperador Naruhito no palácio imperial e alertou para os problemas mundiais em relação à água.

Para o religioso, "a próxima guerra será por um conflito pela posse de água", e que "a única arma válida nos conflitos humanos é o diálogo para alcançar a paz".

A declaração foi feita no terceiro dia de sua ida ao país asiático. Durante o último fim de semana, Francisco passou por Nagasaki e Hiroshima.

Ele classificou como "crime" a utilização de energia atômica em atividades militares e aproveitou para denunciar o sistema de "dissuasão nuclear" - as duas cidades visitadas foram atingidas pela bomba atômica.

"O uso da energia atômica para fins militares é hoje, mais do que nunca, um crime, não apenas contra o homem e sua dignidade, mas também contra qualquer possibilidade de futuro em nossa casa comum", declarou Francisco.

*com informações da AFP

Internacional