PUBLICIDADE
Topo

Funcionários da Marinha a bordo de porta-aviões contraem covid-19 nos EUA

Porta-aviões USS Theodore Roosevelt da Marinha dos Estados Unidos - US Navy/Getty Images
Porta-aviões USS Theodore Roosevelt da Marinha dos Estados Unidos Imagem: US Navy/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 08h57

Uma autoridade da Marinha disse ontem à Insider que foram identificados oito casos de coronavírus no porta-aviões USS Theodore Roosevelt da Marinha dos Estados Unidos. Na última terça-feira (24), o secretário interino da Marinha, Thomas Modly, havia dito que três casos de coronavírus foram confirmados dentro do porta-aviões.

Todos os casos de marinheiros que foram testados positivos para a covid-19 foram colocados em quarentena e estão sendo retirados do navio — que possui cerca de 5 mil funcionários a bordo. Aqueles que entraram em contato direto com os marinheiros infectados também foram colocados em quarentena.

Desde o dia 14 de março, membros das Unidades de Medicina Preventiva de Avanço da Marinha e do Centro de Pesquisa Médica Naval do país embarcaram em diversos navios para combater a disseminação da covid-19 dentro desses locais.

Entre os selecionados para o trabalho das unidades estão os navios USS America (LHA 6) e USS Blue Ridge (LCC 10) e o porta-aviões USS Theodore Roosevelt. Os membros possuem os materiais necessários para testar todos os marinheiros com sintomas da doença dentro do próprio navio ao invés de colher o material e testar em terra que demoraria mais para ter o resultado.

Coronavírus