PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Médico é preso nos EUA por tossir em colegas durante pandemia

iStock
Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

27/03/2020 17h02

Um médico da Universidade de Connecticut foi preso e pode ser condenado após supostamente tossir de propósito em dois colegas de equipe em meio à pandemia do novo coronavírus.

Segundo informaram policiais à WTNH, afiliada da rede de televisão ABC na cidade de Farmington, o médico Cory Edgar, de 48 anos, tossiu perto dos colegas e abraçou a equipe de enfermagem. Testemunhas afirmaram ainda que o médico vinha desrespeitando medidas para conter o contágio do vírus.

Em comunicado, o departamento de saúde da Universidade de Connecticut se disse "ciente da situação". "Levamos todas as acusações muito a sério. Este assunto no momento está sendo apurado", disse.

Jennifer Walkter, porta-voz da universidade, afirmou ser pouco provável que o Edgar tenha o vírus. "O médico envolvido afirmou gozar de excelente saúde e que não tem conhecimento de ter covid-19", comunicou.

O jornal Hartford Courant informa que o médico deve se apresentar a um juiz local no dia 3 de junho. Até aqui, o estado de Connecticut tem 22 mortes confirmadas pela doença.

Coronavírus