PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Merkel diz que pandemia de coronavírus ainda está no início

A chanceler alemã Angela Markel discursa no Parlamento alemão em meio a crise do coronavírus  - Annegret Hilse/Reuters
A chanceler alemã Angela Markel discursa no Parlamento alemão em meio a crise do coronavírus Imagem: Annegret Hilse/Reuters

Do UOL, em São Paulo

23/04/2020 07h53

A primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, disse hoje que a pandemia do novo coronavírus "ainda está no começo" e pediu aos cidadãos que mostrem resistência e disciplina para superar o momento.

"Ainda estamos longe de estar fora de perigo. Não estamos vivendo a fase final da pandemia, mas ainda o início", disse a chanceler ao Bundestag, a câmara baixa do Parlamento alemão.

Ela teme que os alemães estejam relaxando seus esforços de distanciamento social depois que os governos federal e regional concordaram em reabrir algumas lojas nesta semana

A Alemanha tem o quinto maior número de casos de covid-19, atrás dos Estados Unidos, Espanha, Itália e França, mas manteve as mortes baixas após testes iniciais e extensos: são 148.046 casos confirmados e 5.094 óbitos. As cifras mais recentes, no entanto, apontaram para mais pacientes recuperados do que novas infecções.

"É precisamente porque as cifras dão motivo de esperança que me sinto obrigada a dizer que este resultado provisório é frágil. Estamos sobre gelo fino, o gelo mais fino que já se viu", disse Merkel.

O abrandamento gradual das restrições da Alemanha prevê que as regras de distanciamento social permaneçam em vigor até 3 de maio. As escolas começarão a abrir a partir de 4 de maio, com prioridade para os alunos do último ano. Os cabeleireiros também poderão reabrir nesta ocasião.

Merkel e os líderes estaduais se reunirão novamente em 30 de abril para analisar como proceder após 3 de maio.

* Com Reuters

Coronavírus