PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump recusa cerimônia para revelar retrato de Obama na Casa Branca, diz TV

Donald Trump e Barack Obama - Win McNamee/Getty Images
Donald Trump e Barack Obama Imagem: Win McNamee/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/05/2020 14h24

Donald Trump pretende quebrar mais uma tradição que acompanha a presidência norte-americana por décadas, segundo fontes da NBCNews. O republicano não planeja receber o seu antecessor, Barack Obama, na Casa Branca para a cerimônia de revelação de seu retrato presidencial.

A galeria de retratos oficiais dos presidentes dos EUA vai inaugurar a sua pintura de Obama em breve, mas Trump deve quebrar uma tradição de mais de 40 anos, e cancelar a cerimônia, que normalmente contaria com a presença do retratado.

Desprezo mútuo

Ainda de acordo com fontes da NBCNews, nem Trump, nem Obama veem vantagens em realizar a cerimônia neste momento. Os dois políticos trocaram acusações recentemente sobre a gestão da pandemia do coronavírus nos EUA.

Obama definiu como "um desastre caótico" as ações da administração de Trump durante a crise. Em resposta, o atual presidente retuitou um seguidor que definiu o democrata como "o presidente mais corrupto da história do país".

Obama fez por Bush

Em 2012, quando estava disputando a reeleição (mesma situação de Trump este ano), Barack Obama recebeu o predecessor George W. Bush na residência presidencial para a cerimônia.

"Nós podemos ter nossas diferenças, politicamente, mas a presidência vai além disso", comentou ele na época.

Internacional