PUBLICIDADE
Topo

Conselho de Segurança dos EUA sobre veto: "Reconhecemos esforços do Brasil"

Presidente dos EUA, Donald Trump, e presidente Jair Bolsonaro em encontro na Flórida - TOM BRENNER
Presidente dos EUA, Donald Trump, e presidente Jair Bolsonaro em encontro na Flórida Imagem: TOM BRENNER

Do UOL, em São Paulo

24/05/2020 23h32

O Conselho Nacional de Segurança (NSC) dos Estados Unidos usou suas redes sociais para comentar, na noite de hoje, para comentar a proibição da entrada de estrangeiros vindos do Brasil em seu território. A medida, anunciada pela tarde, é válida para viajantes que não são norte-americanos e foi tomada após o Brasil se tornar o segundo país com maior número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

"O Brasil é um dos nossos parceiros mundiais mais fortes. Donald Trump implementou restrições temporárias a estrangeiros vindos do Brasil para a proteção compartilhada de nossas populações contra a covid-19, similares às restrições já adotadas em relação a outros países", diz o texto.

"A administração doará 1.000 ventiladores para ajudar o Brasil em suas necessidades médicas. Os Estados Unidos reconhecem os fortes esforços que o governo brasileiro tem tomado e irão brevemente fortalecer nossa parceria na Defesa e no comércio."

Coronavírus