PUBLICIDADE
Topo

Canadá planeja licença médica remunerada para possível 2ª onda da covid-19

20.mai.2020 - O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, chega à Colina do Parlamento para comitê sobre a pandemia de covid-19 - Dave Chan/AFP
20.mai.2020 - O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, chega à Colina do Parlamento para comitê sobre a pandemia de covid-19 Imagem: Dave Chan/AFP

Do UOL, em São Paulo

25/05/2020 17h47Atualizada em 25/05/2020 17h50

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, anunciou hoje que seu governo planeja oferecer a todos os trabalhadores uma licença médica remunerada de no mínimo dez dias durante uma eventual segunda onda da pandemia de covid-19. Para Trudeau, segundo a CNN, a população deve ter o direito de ficar em casa se estiver doente sem ter o salário descontado por isso.

"Ninguém deveria ter que escolher entre tirar um dia de folga por estar doente e pagar suas contas. Assim como ninguém deveria ter que escolher entre ficar em casa se apresentar sintomas da covid-19 e pagar o aluguel ou por comida", disse o premiê em coletiva concedida na capital Ottawa.

O obstáculo, continuou Trudeau, é que as regras para licenças médicas são de jurisdição das províncias, e organizar os mecanismos necessários para a criação de um plano nacional para esse tema seria "desafiador". O governo e as províncias, porém, estão determinados a trabalhar para tentar chegar a um consenso.

"Quando o outono chegar e a temporada de gripe começar, não queremos que as pessoas que ficarem doentes achem que, embora não devessem ir ao trabalho, não possam se dar ao luxo de folgar. O risco de contribuírem para uma nova onda [de infecções pelo novo coronavírus] pode ser um problema", advertiu o primeiro-ministro.

Para a Dra. Theresa Tam, que comanda o "Ministério da Saúde" canadense e também participou da coletiva, a segunda onde pode ser pior do que a primeira, e autoridades sanitárias devem se preparar investindo em "capacidade de testagem, leitos de hospital e equipamentos de proteção individual (EPIs)".

O Canadá registra hoje pouco mais de 86 mil casos confirmados de covid-19, além de 6.640 mortes, segundo balanço da Universidade Johns Hopkins. O país está em muito melhor situação que o vizinho Estados Unidos, que tem mais de 1,6 milhão de casos e quase 98 mil mortes.

Coronavírus