PUBLICIDADE
Topo

Trump afirma que não está mais tomando cloroquina para prevenir covid-19

O presidente dos EUA, Donald Trump, começou o tratamento sem consultar o médico da Casa Branca - Doug Mills-Pool/Getty Images
O presidente dos EUA, Donald Trump, começou o tratamento sem consultar o médico da Casa Branca Imagem: Doug Mills-Pool/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/05/2020 17h41

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que terminou recentemente um tratamento de duas semanas com hidroxicloroquina, mesmo sem ter contraído o novo coronavírus.

A eficácia do medicamento para prevenção ou tratamento da covid-19 não é comprovada — e, cada vez mais, estudos apontam que a substância pode causar mais danos do que benefícios.

Ontem, em entrevista, Trump foi questionado sobre o tratamento, que anunciou na semana passada. "Terminei, acabei de terminar. E, a propósito, ainda estou aqui."

Sem citar provas para suas afirmações, ele voltou a defender a própria decisão de utilizar o medicamento sem consultar o médico da Casa Branca e contrariando as indicações da Food and Drug Administration (FDA), agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos que regula alimentos e remédios no país.

A FDA recomenda evitar o uso da hidroxicloroquina fora de hospitais por conta dos efeitos colaterais que a substância causa no coração. Na semana passada, o diretor-executivo do Programa de Emergências em Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, afirmou que "nesse momento a cloroquina e a hidroxicloroquina não foram identificadas como eficazes para o tratamento da covid-19".

"Você ficaria surpreso com a quantidade de pessoas que está tomando, especialmente entre as que estão na linha de frente [do combate ao coronavírus]", afirmou Trump na última segunda-feira (18). "Eu estou tomando porque eu acho que é bom. Ouvi um monte de histórias boas sobre ela. Se não for bom, eu conto a vocês", completou, se dirigindo a representantes da indústria dos EUA.

Coronavírus