PUBLICIDADE
Topo

Polícia alemã presume que a menina Madeleine McCann esteja morta

Do UOL, em São Paulo

04/06/2020 08h34Atualizada em 04/06/2020 11h46

Os promotores alemães que estão investigando o desaparecimento de Madeleine McCann, que aconteceu em maio de 2007, presumem que a garota britânica sumida aos 3 anos de idade esteja morta. As informações são da BBC.

A Polícia Metropolitana Inglesa, que trabalha com a polícia alemã e portuguesa, disse que o caso continua sendo uma investigação de "pessoas desaparecidas", porque não possui "evidências definitivas" sobre se Madeleine está viva ou não.

Entretanto, os investigadores alemães classificaram o caso como um inquérito de assassinato.

"Há razões para supor que existem outras pessoas, além do suspeito, que têm conhecimento concreto do curso do crime e talvez também do local onde o corpo foi deixado", disse a polícia alemã.

Ontem, um prisioneiro alemão de 43 anos que viajava por Portugal em uma van à época do desaparecimento da menina se tornou o foco da Polícia Metropolitana Inglesa sobre o desaparecimento de Madeleine. Depois do anúncio do novo suspeito, que não foi identificado e já está preso, a polícia está pedindo a ajuda da comunidade para resolver o caso.

Ainda de acordo com a BBC, os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, sentiram que a última atualização do caso foi "potencialmente muito significativa", disse o porta-voz da família.

Representante da família desde o desaparecimento da garota, Clarence Mitchell afirmou que em 13 anos não conseguiu "se lembrar de um caso em que a polícia fosse tão específica sobre um indivíduo".

"De todas as milhares de pistas e possíveis suspeitos que foram mencionados no passado, nunca houve algo tão claro quanto o de não apenas uma, mas três forças policiais", afirmou Mitchell à BBC.

Relembre o caso

Madeleine McCann desapareceu durante uma viagem à Praia da Luz, em Portugal, dez dias antes de completar quatro anos de idade. A garota estava com os dois irmãos gêmeos, Sean e Amelie, então com dois anos, no quarto do hotel.

A polícia procura por Madeleine McCann, que desapareceu em Portugal em 2007 - PA MEDIA - PA MEDIA
A polícia procura por Madeleine McCann, que desapareceu em Portugal em 2007
Imagem: PA MEDIA

Na noite do desaparecimento, Kate e Gerry McCann, os pais das crianças, saíram para jantar com casais de amigos em um restaurante próximo e deixaram os filhos sozinhos. Quando voltaram, Madeleine tinha sumido sem deixar rastros.

Os McCann sempre suspeitaram de um rapto, e as primeiras investigações tinham como suspeito o britânico-português Robert Murat, que morava perto do hotel. Depois, a Polícia Judiciária suspeitou que os próprios pais tivessem ocultado o corpo da menina após ela ter morrido acidentalmente.

Desde então, o destino de Madeleine McCann continuou sendo um mistério. De 2007 até hoje, Maddie foi "vista" cerca de 9.000 vezes e em mais de cem países, incluindo a Itália, onde foi confundida com uma sem-teto, mas todas as pistas eram falsas.

Internacional