PUBLICIDADE
Topo

Bêbados não conseguem respeitar distanciamento, diz chefe de polícia inglês

Soho, em Londres, registra aglomeração com reabertura de pubs

Do UOL, em São Paulo*

05/07/2020 08h21

Preocupado com as imagens de bares lotados e aglomerações em ruas, o presidente nacional da Federação da Polícia da Grã-Bretanha, John Apter, questionou se o isolamento social é compatível com o consumo excessivo de álcool.

Ontem, pubs e bares abriram pela primeira vez na Inglaterra desde o início da pandemia do novo coronavírus, em março, quando o país iniciou medidas mais restritivas para lidar com a covid-19. Cenas de aglomerações foram registradas em bairros boêmios de Londres, como o Soho.

"O que ficou claro é que as pessoas bêbadas não conseguem/não se distanciam socialmente", disse Apter no Twitter depois de terminar um turno em Southampton, sul da Inglaterra.

"Foi uma noite movimentada, mas conseguimos lidar com o turno. Sei que outras áreas tiveram problemas com os policiais sendo agredidos. Agora, voltando para casa. Para os que ainda estão no turno, fiquem seguros", completou.

Por outro lado, o ministro da Saúde, Matt Hancock, disse estar satisfeito com a maneira como o último passo para aliviar o bloqueio foi realizado e minimizou os casos em que as diretrizes de distanciamento social não foram respeitadas.

"Pelo que vi, embora haja algumas fotos em contrário, as pessoas agiram de maneira responsável. No geral, estou satisfeito com o que aconteceu ontem. Foi muito bom ver as pessoas de um lado para o outro, e em grande parte socialmente distanciadas", disse à Sky News.

"A Grã-Bretanha foi o país europeu mais atingido pelo coronavírus e tem um número oficial de mortes de 44.198.

As mudanças nas regras com abertura de bares e pubs aplicam-se apenas à Inglaterra, já que os países descentralizados do Reino Unido definem sua própria agenda para diminuir as restrições, com o País de Gales e a Escócia diminuindo as restrições mais lentamente.

No Brasil

Em meio ao relaxamento das regras de isolamento social, cidades brasileiras também têm reaberto bares com protocolos. Na noite de quinta-feira, o bairro do Leblon, no Rio de Janeiro, ganhou repercussão depois que aglomerações foram registradas nas ruas, com muitas pessoas sem máscara.

*Com informações da agência Reuters.

Coronavírus