PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Banco Mundial se oferece a ajudar na reconstrução de Beirute após explosão

Do UOL, em São Paulo

05/08/2020 18h35

O Banco Mundial informou hoje que está pronto para ajudar o Líbano a recuperar os danos sofridos após uma grande explosão ontem na zona portuária da capital Beirute. O incidente provocou mais de 100 mortes e deixou milhares de feridos.

Em comunicado, a instituição financeira se diz "profundamente triste" com a explosão e se dispôs a trabalhar com parceiros do Líbano para mobilizar financiamentos. O objetivo é reconstruir e recuperar regiões afetadas de Beirute.

"Com base na experiência global de países atingidos por desastres, o Grupo Banco Mundial está pronto para empregar seus conhecimentos para realizar uma rápida avaliação de danos e necessidades, e desenvolver um plano de reconstrução conforme os padrões internacionais. O Grupo Banco Mundial também está pronto para compartilhar lições e experiências de todo o mundo no gerenciamento de processos de recuperação e reconstrução pós-desastre", diz o comunicado.

"Além disso, o Grupo Banco Mundial está aberto a participar ativamente de uma plataforma com os parceiros do Líbano, a fim de mobilizar apoio financeiro público e privado para a reconstrução. O Grupo Banco Mundial também estaria disposto a reprogramar os recursos existentes e explorar financiamento adicional para apoiar a reconstrução de vidas e meios de subsistência das pessoas afetadas por esse desastre", acrescentou.

Ainda em sua carta, o Banco Mundial reforçou "seu compromisso de apoiar o povo libanês, que enfrentou muitos desafios econômicos e sociais e que demonstrou constantemente força e resiliência na superação de tempos difíceis".

Internacional