PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Explosão em Beirute: Líbano tem grãos para 'menos de um mês', diz ministro

Explosão na zona portuária de Beirute destruiu maior silo do país, com capacidade para 120 mil toneladas de grãos - AZIZ TAHER/REUTERS
Explosão na zona portuária de Beirute destruiu maior silo do país, com capacidade para 120 mil toneladas de grãos Imagem: AZIZ TAHER/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

05/08/2020 16h08

O Líbano tem um estoque de grãos para "pouco menos de um mês", informou hoje o ministro da Economia do país, Raoul Nehme, à agência Reuters, depois que o principal silo do país foi destruído em uma grande explosão ontem na zona portuária de Beirute.

Segundo Nehme, o Líbano precisa de reservas para pelo menos três meses, de forma a garantir segurança alimentar para a população. O ministro informou que cargueiros com suprimentos já estão a caminho. O governo local procura outras áreas para a armazenagem dos produtos.

De acordo com Ahmed Tamer, diretor do porto de Trípoli (segunda maior cidade do Líbano), o silo de Beirute era capaz de armazenar até 120 mil toneladas de grãos. Desse total, havia cerca de 15 mil toneladas de trigo no local.

A zona portuária de Trípoli não tem estrutura para estocar grãos, informou Tamer, mas outras áreas próximas podem guardar trigo.

Ahmed Hattit, chefe do sindicato dos importadores de trigo, afirmou ao jornal local Al-Akhbar que quatro cargueiros, carregando 28 mil toneladas de trigo, devem chegar ao país.

Internacional