PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Homem é suspeito de envenenar comida de bebê para extorquir supermercado

Rede de supermercado Tesco - SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Getty
Rede de supermercado Tesco Imagem: SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Getty

Do UOL, em São Paulo

11/08/2020 12h40Atualizada em 11/08/2020 15h18

Um fazendeiro que vive na cidade de Market Rasen, no leste da Inglaterra, está sendo acusado de envenenar potes de comida de bebê para tentar extorquir uma rede de supermercados.

Nigel Wright supostamente teria enviado e-mails e cartas para a rede Tesco, uma das maiores do Reino Unido, sob o pseudônimo de Guy Brush entre maio de 2018 e fevereiro de 2020.

Na correspondência, ele dizia que iria revelar quais os potes com comida que haviam sido contaminados com metal se a empresa não depositasse 1,4 milhão de libras (cerca de R$ 9 milhões) em bitcoins para ele.

Entre novembro e dezembro de 2019, dois clientes da rede de supermercados encontraram lascas de metal nos potes de papinha enquanto alimentavam seus filhos. Os casos aconteceram nas cidades de Rochdale e Lockerbie.

Investigadores encontraram no computador pessoal de Wright rascunhos de mensagens para a Tesco e fotos de comida para bebê e lascas de metal.

Wright, que está sendo julgado pelo caso, nega as acusações de envenenamento e chantagem. Ele alega que foi obrigado a participar do esquema por um grupo de viajantes que ameaçou estuprar sua esposa e matar ele e os filhos se ele não enviasse as mensagens.

Internacional