PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
11 meses

Drone voa por mais de 15km para levar rim para transplante nos EUA

Drone voou por 16km para transportar um rim em Las Vegas, nos EUA - Foto/Divulgação
Drone voou por 16km para transportar um rim em Las Vegas, nos EUA Imagem: Foto/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

28/09/2020 18h05

Drones, equipamentos inicialmente desenvolvidos por militares, começam cada vez mais a fazer parte do dia a dia dos civis. Não só utilizados para captura de imagens aéreas, entregas com veículos não tripulados (VANTs) já são uma realidade. A medicina não fica alheia aos benefícios desta promissora tecnologia, tendo batido o recorde de distância no transporte de orgãos via drone no último dia 17.

A Nevada Donor Network, uma organização de distribuição de orgãos, anunciou, na última semana, dois voos de teste bem-sucedidos no transporte de orgãos e tecido humano via drones em Las Vegas.

O primeiro percorreu 1,8 milhas, cerca de 3 quilômetros, em um transporte de córneas entre hospitais, em apenas 5 minutos.

Já o segundo, e histórico, saiu de um aeroporto de Las Vegas com destino a uma pequena cidade no deserto. A missão durou por volta de 25 minutos, percorrendo 10,3 milhas, aproximadamente 16km, e deu-se cumprida. Esse voo bateu o recorde estabelecido em abril de 2019, quando houve o primeiro paciente da história a receber um rim transportado via drone.

Joe Ferreira, CEO e presidente da Nevada Donor Network, exaltou as portas abertas pelo sucesso nos testes: "Nos lança no futuro do transporte de órgãos e nos permitirá ter ainda mais sucesso nos próximos anos", e ainda adicionou, "O futuro da doação e transplante de órgãos será definido pela inovação."

Internacional