PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Gêmeas idênticas alemãs ganham fama nos EUA tatuando uma à outra

Elas contam que a inspiração para as artes no corpo é encontrada em elementos da natureza - Instagram/@petunia.twins
Elas contam que a inspiração para as artes no corpo é encontrada em elementos da natureza Imagem: Instagram/@petunia.twins

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/10/2020 09h50

Aline e Alena são gêmeas idênticas e, além das feições e dos nomes parecidos, as irmãs de 25 anos compartilham um amor em comum: tatuar e serem tatuadas. Nascidas em Stuttgart, elas começaram a desenhar na pele uma da outra aos 17 anos.

"As pessoas sempre confundem quem é quem", conta Alena. Cobertas da cabeça aos pés por tatuagens coloridas, as gêmeas revelaram para o canal Truly no YouTube que a principal inspiração para as artes no corpo de cada uma delas está na natureza.

Aline revelou que ao terminar o colégio, as duas irmãs inseparáveis pensaram em estudar artes. "Mas quando conheci meu marido, ele disse 'você é tão talentosa', deveria ser uma tatuadora". Elas gostaram da ideia, escolheram a carreira com os desenhos e agulhas, e até tatuam uma à outra.

O desejo de fazer "algo louco" com a vida delas, levou as irmãs para Los Angeles, onde vivem e trabalham juntas. Além de confundir as pessoas pela semelhança e atrair olhares na rua, Aline e Alena conquistaram mais de 36 mil seguidores no Instagram.

Alena contou que a primeira tatuagem que elas fizeram juntas foi aos 17 anos. "Era uma frase, mas não está mais lá [na lateral do bíceps]. Nós a cobrimos." A outra irmã explicou que cobrir a mão foi um grande passo, depois veio o pescoço e o rosto.

"Nós simplesmente gostamos de nos destacar", disse Aline, que ainda confessou ter vontade de cobrir os espaços não preenchidos por tinta no corpo dela.

Elas afirmam não se importar com as opiniões negativas que as pessoas possam ter com a arte por todo o corpo delas e se dizem orgulhosas da jornada que percorreram até agora.

Internacional