PUBLICIDADE
Topo

Eleições Americanas

Conteúdo publicado há
6 meses

'Serei a primeira vice dos EUA, mas não a última', diz Kamala Harris

A vice-presidente eleita Kamala Harris discursa após Joe Biden ser declarado o presidente dos EUA - Tasos Katopodis/Getty Images
A vice-presidente eleita Kamala Harris discursa após Joe Biden ser declarado o presidente dos EUA Imagem: Tasos Katopodis/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

07/11/2020 22h47

Em 1º discurso desde o anúncio da vitória do democrata Joe Biden, a vice-presidente eleita Kamala Harris destacou que é a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, mas que não será a última.

Em tom inspirador e otimista, ela, mulher negra de ascendência jamaicana e indiana, afirmou que as eleições deixaram uma clara mensagem:

Toda pequena criança assistindo vê que esse é um país de oportunidades. Sonhe e se veja como nunca te viram antes.

E ela prosseguiu: "Para os americanos, não importa em quem você votou. Eu serei uma vice leal, preparada e que pensa em você todo dia. É agora que o trabalho começa".

Ao lado de Kamala, Joe Biden garantiu um eleitorado mais diverso. Durante a campanha, ela mobilizou mulheres e minorias para que votassem nas eleições americanas —onde o voto não é obrigatório.

No discurso de vitória, Kamala também ressaltou a importância da democracia, fez comentários indiretos a Trump e buscou inspirar as minorias. "Antes de morrer, John Lewis escreveu que a democracia é um ato", começou Kamala. "Proteger nossa democracia é difícil, mas há alegria no progresso. Nossa democracia estava na balança e vocês garantiram um novo dia para os Estados Unidos".

Morto este ano, John Lewis foi um político e líder do movimento pelos direitos civis nos EUA.

A vice-presidente eleita também usou o discurso para criticar a gestão de Donald Trump. "Eu sei que tem sido uma batalha. Por 4 anos, você lutou por igualdade e justiça, por nossas vidas e pelo planeta. E então você votou!", disse.

[Os votos] entregaram uma mensagem clara: vocês escolheram esperança, unidade, ciência e, sim, a verdade. Vocês escolheram Joe Biden como o próximo presidente.

O democrata recebeu elogios de sua parceira política. "Joe Biden é um unificador. A experiência de perda deu a ele uma noção de propósito. É um homem de grande coração, e Jill será uma primeira-dama incrível". Kamala ainda destacou a atitude de Biden ao escolhê-la como vice: "ele quebrou uma barreira".

Ela também agradeceu o apoio da família: "Para o meu marido Doug e aos nossos filhos: amo vocês mais do que posso dizer. À mulher mais responsável por eu estar aqui, minha mãe, que sempre estará nos nossos corações. Quando ela veio da Índia, ela não imaginava esse momento, mas ela acreditava que um momento desses seria possível", afirmou Kamala.

Eu penso nela e nas gerações de mulheres negras, asiáticas, brancas, latinas, que fizeram história nos Estados Unidos. Mulheres que lutaram tanto por igualdade e liberdade para todos.

Kamala também celebrou o time que participou da campanha democrata, além dos eleitores. "Obrigada por baterem recorde de votos para que suas vozes fossem ouvidas", disse a vice-presidente.

Joe Biden foi eleito o 46º presidente dos Estados Unidos na tarde deste sábado (7). Após vitória na Pensilvânia, o democrata reuniu 273 delegados —três a mais do que o necessário para ganhar o pleito— e derrotou o republicano Donald Trump, que tentava a reeleição.

Eleições Americanas