PUBLICIDADE
Topo

Eleições Americanas

Após voltar atrás, Geórgia certifica vitória de Biden em recontagem

Joe Biden teve vitória confirmada na Geórgia por apenas 0,26% dos eleitores do estado - Roberto Schmidt/AFP
Joe Biden teve vitória confirmada na Geórgia por apenas 0,26% dos eleitores do estado Imagem: Roberto Schmidt/AFP

Do UOL, em São Paulo

20/11/2020 19h36

A resultado da recontagem de votos promovida no Geórgia teve idas e vindas hoje durante o dia, mas no fim o estado confirmou a vitória do democrata Joe Biden com a certificação das urnas. A Geórgia teve que recontar os votos porque a margem da vitória de Biden sobre o atual presidente Donald Trump havia sido muito pequena.

Em questão de horas, o estado primeiro certificou o triunfo do democrata, depois voltou atrás, e novamente confirmou a vitória em um terceiro anúncio no dia. A definição, confirmada agora por uma auditoria manual, dá a Biden 306 votos no Colégio Eleitoral, contra 232 de Trump, que tentava a reeleição.

O atual presidente contava com uma possível vitória na Geórgia no processo de recontagem. Assim, daria força às suas supostas alegações de fraudes e erros na contagem, que ainda poderiam reverter o resultado das eleições.

Trump foi derrotado na Geórgia por apenas 12.670 votos, o que representa 0,26% dos quase cinco milhões de eleitores que votaram no estado.

Agora, é esperado que o governador da Geórgia, Brian Kemp, certifique que os 16 delegados do estado vão para Biden, o que pode acontecer ainda hoje.

Eleições Americanas