PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Minivan em 'velocidade extrema' bate em monumento nos EUA; passageira morre

Uma minivan colidiu com o Monumento McKinley, na Niagara Square, em Nova York, nos Estados Unidos - Reprodução/Twitter/@DaveMcKinley2
Uma minivan colidiu com o Monumento McKinley, na Niagara Square, em Nova York, nos Estados Unidos Imagem: Reprodução/Twitter/@DaveMcKinley2

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/11/2020 16h52

Uma minivan em alta velocidade atingiu o Monumento McKinley, na praça Niagara Square, em Nova York (EUA), na manhã de ontem. O motorista não identificado ficou em estado crítico de saúde e uma passageira morreu no local.

O acidente ocorreu na data de comemoração do Dia de Ação de Graças, nos Estados Unidos, pouco depois das 7h30 (horário local), quando a minivan apareceu próxima à praça, em direção sul, na Avenida Delaware.

O veículo então percorreu o perímetro da Niagara Square com "velocidade extrema", até que se chocou com o obelisco de mármore de 29 metros de altura, conforme relatou o capitão da Polícia de Buffalo, Jeff Rinaldo, ao canal WGRZ.

No Twitter, um internauta registrou por meio de fotos o acidente.

"Sim. Isso realmente aconteceu neste Ação de Graças no centro de Buffalo. Um carro em alta velocidade descendo a Avenida Delaware subiu e bateu no Monumento McKinley. Uma pessoa foi morta, outra ferida. Inacreditável", escreveu o usuário da rede social.

Tanto o motorista quanto a passageira que estavam a bordo do veículo sofreram ferimentos graves, mas não foi possível salvar a mulher, que chegou já sem vida no hospital. Ela foi identificada como Angel Marie Cobb, de 34 anos.

A polícia abriu uma investigação criminal para apurar o caso. Rinaldo adiantou que a polícia irá investigar as câmeras da cidade, mas as autoridades também procuram testemunhas para descreverem o acidente por meio de depoimentos.

Além da perda humana, o episódio resultou em danos materiais no Monumento McKinley. O obelisco possui importância histórica pois faz homenagem ao presidente William McKinley, que foi assassinado em uma visita de 1901 à região oeste da cidade de Nova York.

Internacional