PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Polícia do Reino Unido multa aglomerações na virada em mais de R$ 70 mil

Sem aglomerações, Londres teve queima de fogos surpresa acima da Tower Bridge - Simon Dawson/Reuters
Sem aglomerações, Londres teve queima de fogos surpresa acima da Tower Bridge Imagem: Simon Dawson/Reuters

Do UOL, em São Paulo

01/01/2021 10h26

A polícia britânica combateu aglomerações na virada do ano com multas que chegam a 10 mil libras (mais de R$ 70 mil) e até prisões, segundo o jornal The Guardian. Para conter o coronavírus, estão proibidas reuniões de mais de seis pessoas que não morem na mesma casa, seja em lugares abertos ou fechados, de acordo com o site da Polícia Metropolitana de Londres.

No final de dezembro, o Reino Unido endureceu medidas de segurança contra a propagação do coronavírus, na tentativa de diminuir a propagação de uma mutação mais contagiosa do vírus. Neste momento, há mais pessoas hospitalizadas na Inglaterra por causa da covid-19 do que no primeiro pico da pandemia.

Em algumas áreas do Reino Unido, as restrições são ainda maiores. Quem vive em locais em nível 3, de alerta alto, e nível quatro, com ordem para permanecer em casa, não pode se encontrar com pessoas que moram em outra residência, mesmo que em grupos menores que seis pessoas.

"Infelizmente, houve aqueles que decidiram desrespeitar abertamente as regras contra o coronavírus e avaliaram que festejar era mais importante do que proteger outras pessoas", declarou Andy Prophet, porta-voz da polícia em Essex, condado da Inglaterra, para o Guardian.

Na cidade de Brentwood, a polícia dispersou uma festa com cerca de 100 pessoas em um armazém abandonado, e efetuou duas prisões.

Em Sewardstonebury, uma mulher foi multada em 10 mil libras (mais de R$ 70 mil) por organizar uma festa em casa para 100 pessoas. Outros 25 convidados receberam multa.

Em Hyndburn, no condado de Lancashire, a polícia interrompeu uma festa em uma propriedade rural com cerca de 80 jovens. O organizador também foi multado em 10 mil libras.

Ainda assim, a polícia se disse surpresa de que o número de aglomerações ilegais não tenha sido maior.

"Acho que a população realmente percebeu que isso é mesmo sério, a situação que vivemos, e não vimos os números [de aglomerações] que pensávamos que veríamos", declarou para a BBC o chefe da Metropolitan Police Federation, Ken Marsh.

Internacional