PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Reino Unido considerou fechamento total de fronteiras, diz secretário

Além de teste, quem viaja para o Reino Unido atualmente precisa fazer quarentena - Getty Images
Além de teste, quem viaja para o Reino Unido atualmente precisa fazer quarentena Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

22/01/2021 08h33

O Reino Unido considerou a possibilidade de fechar as fronteiras totalmente para controlar a disseminação do novo coronavírus, disse hoje o secretário do Meio Ambiente, George Eustice, em entrevista à emissora Sky News.

Questionado especificamente sobre a possibilidade, George Eustice disse: "Sempre mantemos as coisas sob revisão e isso foi considerado."

Embora jornais ingleses tenham noticiado pressão para que o primeiro-ministro Boris Johnson ainda tome a medida, George Eustice indicou que, por enquanto, as regras não serão modificadas,

"Já endurecemos (a política para entrada no país), achamos que é a abordagem certa por enquanto, mas, obviamente, tudo está sempre sob revisão", disse.

Os atuais bloqueios da Grã-Bretanha proíbem a maioria das viagens internacionais, enquanto as novas regras introduzidas na segunda-feira (18) exigem um teste negativo antes da partida para os viajantes, além de um período de quarentena na chegada.

O fechamento total da fronteira é visto como uma opção extrema, diante do surgimento de variantes que podem aumentar o nível de contágio do novo coronavírus. Uma cepa identificada no país é apontada como responsável pela escalada na transmissão desde dezembro de 2020.

"Há a preocupação de que haja o risco de um dia haver uma cepa que possa escapar da vacina. É por isso que na semana passada o primeiro-ministro endureceu as restrições atuais", disse George Eustice.

Coronavírus