PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Policial salva dois adolescentes de lago congelado, mas morre nos EUA

Jason passou por um procedimento de ressuscitação, mas não deu respostas e morreu no serviço - Divulgação/Ohio Department of Natural Resources
Jason passou por um procedimento de ressuscitação, mas não deu respostas e morreu no serviço Imagem: Divulgação/Ohio Department of Natural Resources

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/02/2021 11h04

Um policial que realizava o resgate de uma adolescente de 16 anos e um menino de 13, que caíram em um lago congelado, em Ohio, nos Estados Unidos, na terça-feira (22), teve um mal-estar e morreu durante o serviço. A jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. O garoto sobreviveu.

O afogamento foi relatado pouco antes das 18h30 (horário local), perto de um cais privado. O policial Jason Lagore recebeu ajuda médica e passou por um procedimento de ressuscitação no hospital, mas não resistiu e morreu.

Nenhum detalhe adicional foi divulgado sobre as circunstâncias de sua morte.

Enquanto a equipe médica tentava salvar o policial, uma equipe de mergulhadores nadava para localizar apenas a adolescente, visto que o garoto de 13 anos conseguiu sair do lago sozinho.

Segundo o canal WCPO, o menino tentou achar a garota antes de sair da água, mas não obteve sucesso nas buscas. Ele foi levado ao hospital onde recebeu tratamento para hipotermia e passa bem.

A operação aquática foi concluída por volta das 23h, com a jovem tendo ficado cerca de quatro horas presa sob o gelo. Ela foi levada a um hospital, porém não resistiu às sequelas do afogamento e morreu.

As autoridades não revelaram a identidade dos adolescentes envolvidos no acidente.

"Nossos corações estão com a família e entes queridos do oficial Jason Lagore, que morreu no cumprimento do dever na noite passada", disse a diretora do Departamento de Recursos Naturais de Ohio, Mary Mertz, para o canal WCPO.

"Nossos policiais e suas famílias carregam um fardo de responsabilidades único e desafiador, e somos profundamente gratos por seus serviços", completou a diretora.

Internacional