PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Carta perdida mostra que Einstein teria descoberto 'segredo' dos animais

Carta perdida de Albert Einstein - Universidade Hebraica de Jerusalém
Carta perdida de Albert Einstein Imagem: Universidade Hebraica de Jerusalém

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/05/2021 16h38Atualizada em 13/05/2021 16h38

Uma carta "perdida" de Albert Einstein para Glyn Davys, famoso pesquisador e ganhador do prêmio Nobel, foi descoberta mais de 70 anos após seu envio. Na mensagem, o físico alemão falava suas ideias sobre o suposto "super sentido" dos animais, um conceito que foi abraçado pelo resto da comunidade científica apenas no século 21.

Na mensagem, o cientista mencionou que alguns bichos poderiam ter percepções sensoriais aguçadas, algo que só foi oficialmente descoberto décadas mais tarde. Na correspondência de 1949, Einstein cita para Davys um "processo físico" ainda desconhecido, enfatizando que as aves poderiam auxiliar no entendimento da questão.

"É possível que a investigação do comportamento das aves migratórias e dos pombos-correio possa algum dia levar à compreensão de algum processo físico que ainda não é conhecido", escreveu o gênio.

De fato, Einstein tinha razão: em 2008 foi anunciado que os pássaros possuem um sensor magnético que os permite se orientar com precisão e, ainda hoje, análises tentam compreender melhor o tema e suas complexidades.

A carta "perdida" repostada apenas agora por jornais como o Daily Mail estava na posse de Judith Davys, viúva de Glyn.

"Sete décadas depois que Einstein propôs que uma nova física pudesse vir da percepção sensorial animal, estamos vendo descobertas que impulsionam nossa compreensão sobre a navegação e os princípios fundamentais da física", comentou Adrian Dyer, do Royal Melbourne Institute of Technology, sobre o registro raro do físico.

Karl von Frisch, etologista e também vencedor do Nobel, é mencionado na carta para Davys. Einstein e Frisch foram pioneiros em estudos sensoriais sobre abelhas.

Internacional