PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
2 meses

Mulher é presa após invadir residência de aposentado e nadar nua na piscina

Mulher relaxa em piscina invadida enquanto policiais tentam tirá-la da água - Divulgação/Charlotte County Jail
Mulher relaxa em piscina invadida enquanto policiais tentam tirá-la da água Imagem: Divulgação/Charlotte County Jail

Colaboração para o UOL, em Santos

22/07/2021 12h48

Ao voltar para casa de uma consulta médica, na tarde da última segunda-feira, um aposentado da Flórida, nos EUA, encontrou uma mulher nadando nua em sua piscina. Ela acabou detida por invasão e por resistir à prisão.

James Clark, de 69 anos, disse à polícia que depois, ao chegar em casa e se deparar com roupas que não eram suas na varanda, ele acabou encontrando uma mulher nua, nadando na sua piscina. Sem hesitar, Clark chamou a polícia.

Quando os policiais chegaram à casa do aposentado em Port Charlotte, a mulher, mais tarde identificada como Heather Kennedy, 42, ainda estava na piscina.

"Ela não queria se identificar ou explicar por que estava lá", de acordo com o boletim de ocorrência divulgado pelo site de notícias policiais The Smoking Gun. Heather, observaram os policiais, se comportava de maneira hostil e "solicitou às autoridades que a deixassem em paz".

A mulher acabou saindo da piscina, mas lutou contra os policiais enquanto eles tentavam algemá-la.

Acusada de invasão e resistência à prisão, Heather foi levada para o presídio do condado de Charlotte. Ela será julgada em 4 de agosto.

Mulher que invadiu piscina de aposentado nos EUA foi condenada por tráfico - Divulgação/Charlotte County Jail - Divulgação/Charlotte County Jail
Heather Kennedy já havia sido condenada pela Justiça americana por tráfico de drogas
Imagem: Divulgação/Charlotte County Jail

Moradora da vizinhança

Segundo os registros do tribunal, a invasora mora em uma casa a cerca de três quilômetros da residência do aposentado.

Embora os motivos que levaram Heather a invadir a residência do aposentado ainda sejam desconhecidos, os policiais acreditam que ela possa ter tentado se refrescar em meio à onda de calor que invadiu a Flórida nas últimas semanas. Na cidade vizinha de Punta Gorda, as temperaturas chegaram a 33 graus na terça-feira, de acordo com o Weather Underground.

Kennedy já tinha outras passagens pela polícia. Ela foi condenada no início deste ano, por porte de drogas. Ela foi presa em um bloqueio policial enquanto vendia pílulas de morfina, maconha e cachimbos de crack e metanfetamina.

Internacional