PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Adolescente tem morte cerebral após ser atingido por raio em praia dos EUA

Jovem competia em atletismo pela escola - Reprodução
Jovem competia em atletismo pela escola Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/07/2021 09h47

Um adolescente da Geórgia (EUA) morreu na quarta-feira (28) com inchaço cerebral após ser alvo de um raio no inicio do mês na praia Praia Tigertail, na Flórida.

William Bethune, de 17 anos, era atleta de atletismo e estudante da Stratford Academy. Segundo o site Naples Daily News, o jovem havia acabado de pedir um boné de beisebol para o pai ao chegar a praia. Assim que colocou o acessório, recebeu a descarga elétrica.

O jovem foi levado de avião para ser tratado em um hospital na cidade de Miami. Ele resistiu por quase um mês, mas morreu "pacificamente" nessa semana, de acordo com a declaração de sua família em uma página de arrecadação virtual.

"Ele morreu pacificamente esta tarde, ouvindo uma de suas canções favoritas dos Allman Brothers, apropriadamente chamada de "Soulshine". Nossos corações sentem uma dor inimaginável, mas nesta jornada que você fez conosco, esperamos que você tenha encontrado inspiração para se aproximar de Deus.", diz o trecho da homenagem.

A escola também prestou condolências Bethune na página do Facebook. "Você orou fervorosamente por Walker e sua família nos últimos 11 dias e pedimos que não pare. Walker era amado por todos dentro da família da escola e ajudamos sua família e amigos durante esse período insuportavelmente difícil", escreveu.

Internacional