PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Atleta amador de 42 anos morre de covid-19 após recusar vacina

Evers tinha escalado montanha semanas antes de morrer por complicações da covid-19 - Reprodução/Facebook
Evers tinha escalado montanha semanas antes de morrer por complicações da covid-19 Imagem: Reprodução/Facebook

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/08/2021 14h32Atualizada em 04/08/2021 14h32

Um homem de 42 anos morreu na semana passada por complicações da covid-19 após se recusar a tomar o imunizante contra a doença. John Eyers, de Southport, na Inglaterra, era praticante de atletismo amador e chegou a escalar uma montanha apenas quatro semanas antes do óbito.

Segundo o jornal britânico The Guardian, Eyers era pai de um filho e especialista em construções civis. Sua irmã gêmea, Jenny McCann, o descreveu como "a pessoa mais forte e saudável que eu conheço", em publicação no Twitter.

"Ele achava que se tivesse a covid-19, ficaria bem. Pensou que teria uma doença leve. Ele não queria colocar tomar a vacina", diz a irmã. "Não poderia ter acontecido. Perdemos uma pessoa divertida", escreveu.

Nas redes sociais, o atleta amador também compartilhava fotos em momentos de aventura, praticando esportes. E, diferente da irmã, que foi vacinada com a primeira dose da vacina, afirmava ser contra a ideia de ter um "líquido invasivo" no organismo.

Um amigo do homem também prestou sua homenagem destacando que Evers não tinha comorbidades diagnosticadas.

"Infelizmente, perdemos John para a covid sem nenhum problema de saúde latente. A família dele quer compartilhar isso para que outros vejam e os faça repensar algumas de suas decisões em relação à covid, o que eu acho absolutamente incrível", comentou.

"Ele me ajudou nas horas vagas e com a bondade de seu coração, já que o fitness era uma grande paixão sua. Nunca poderei agradecê-lo o suficiente por seu apoio", lamentou uma outra amiga.

Coronavírus