PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Casal não vacinado morre de covid e deixa 5 filhos; bebê não ganhou nome

Davy Macias e o marido, Daniel, com os filhos. O casal não resistiu às complicações causadas pela covid-19 e morreu sem conhecer a filha caçula, cujo parto foi feito com Davy intubada - Go Fund Me/Arquivo pessoal
Davy Macias e o marido, Daniel, com os filhos. O casal não resistiu às complicações causadas pela covid-19 e morreu sem conhecer a filha caçula, cujo parto foi feito com Davy intubada Imagem: Go Fund Me/Arquivo pessoal

DO UOL, em São Paulo

13/09/2021 12h10Atualizada em 13/09/2021 16h08

Uma enfermeira e um professor que eram casados morreram no intervalo de duas semanas, devido a complicações da covid-19, deixando cinco filhos órfãos, entre eles, uma recém-nascida. O casal não estava vacinado e ainda não tinha escolhido o nome para a bebê.

A história de Davy Macias, de 37 anos, e do marido, Daniel, de 38, foi compartilhada por familiares em uma página do Go Fund Me, onde uma vaquinha online foi criada para ajudar a pagar a conta do hospital.

Os outros filhos do casal têm idades de 7, 5, 3 e 2 anos e estão sob os cuidados de familiares. Davy era enfermeira em Oakland, na Califórnia, e estava grávida de sete meses quando contraiu o vírus. Ela precisou ser internada em agosto e estava intubada quando deu à luz. Ela morreu no dia 26 de agosto, sem conhecer a filha.

"Minha mãe e eu visitamos ela nos últimos dias, naquela cama...é uma imagem que vai ficar comigo. Ela tocou a vida de muitas pessoas. Quando ela estava aqui, ela sempre buscava o bem para os seus pacientes", disse a irmã de Davy, Vandana Serey ao canal KABC. Ela acredita que o casal, infectado pela variante Delta, contraiu o vírus durante as férias recentes.

Duas semanas depois, Daniel, que já estava internado com os pulmões muito comprometidos, não resistiu. Ele morreu no dia 6 de setembro, também sem conhecer a filha.

"Ele estava tentando respirar e disse 'se ninguém se vacinou, eu aconselho que façam isso agora'", contou Vandana. A família não explicou porque o casal não tomou a vacina, mas relatou que Davy sempre reforçava os cuidados com a covid e pedia que todos se protegessem, principalmente pela experiência no hospital.

Segundo a tia, os filhos do casal estão bem, apesar da tristeza pela morte dos pais. No sábado, eles receberam três caminhões de doações na campanha. Já a bebê, segue evoluindo.

"A bebê Macias está fantástica. Ela está ganhando peso e até mostrou um sorrisinho", disse a família, que ainda não escolheu o nome da recém-nascida, em nota.

Internacional