PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Cisne Branco: Navio da Marinha brasileira bate em ponte no Equador; veja

Do UOL, em São Paulo

18/10/2021 20h56

Uma embarcação da Marinha do Brasil colidiu com uma ponte para pedestres nos arredores de Guayaquil, no Equador. O acidente foi registrado hoje, por volta de 12h30 do horário local (14h30 no horário de Brasília), enquanto o navio-veleiro Cisne Branco tentava fazer uma manobra para deixar um porto no rio Guayas.

Imagens gravadas por testemunhas mostram que a embarcação teve dificuldades para manter a rota antes de tombar de lado sob a ponte. A Marinha do Brasil afirmou que o "efeito da correnteza" é apontado como principal causa do problema.

Um rebocador cedido pela Marinha do Equador para auxiliar no transporte do navio também acabou sofrendo um acidente, virando de cabeça para baixo, mas, apesar do susto, ninguém ficou ferido.

"No momento, o NVe Cisne Branco encontra-se fundeado em segurança, aguardando disponibilidade de cais para atracação em Guayaquil, onde serão avaliadas as condições de material, mais detalhadamente", declarou a instituição em nota ao UOL.

A Marinha do Equador também emitiu um comunicado, em suas redes sociais, destacando que cedeu o rebocador para ajudar a ancorar o Cisne Branco em local seguro, mas que, após o acidente, as duas estruturas foram resgatadas sem que as águas do rio fossem contaminadas por combustíveis ou outros materiais tóxicos da embarcação.

Agora, uma investigação será aberta, com participação das Forças Armadas de ambos os países, para apurar as causas do acidente.

Internacional