PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Casal é detido e 'aproveita' viatura para gravar sexo e postar no OnlyFans

Casal detido por infração leve acabou ampliando seus problemas ao gravar cenas quentes - Reprodução Florida Highway Patrol
Casal detido por infração leve acabou ampliando seus problemas ao gravar cenas quentes Imagem: Reprodução Florida Highway Patrol

Colaboração para o UOL

24/11/2021 13h26Atualizada em 25/11/2021 08h35

Um casal detido pela polícia da Flórida, nos EUA, achou que era uma boa ideia gravar um vídeo praticando sexo oral dentro da viatura, com o objetivo de publicá-lo no OnlyFans - plataforma bastante utilizada para veiculação de conteúdo sexual. Eles, é claro, ganharam novos problemas com a Justiça, depois que as imagens filmadas pela câmera interna do carro policial foram revisadas. A dupla agora responde por acusações de comportamento lascivo e perturbação da paz.

Yordan Noa e Summer Watkins, ambos de 24 anos, foram colocados no veículo policial porque o homem dirigia uma BMW com a licença vencida. Em um relatório de prisão divulgado pelo site The Smoking Guns, o oficial que flagrou a infração, J.D. Perez-Morales, conta que deixou os dois sem algemas, trancou a porta e se afastou.

A partir daí, uma câmera instalada dentro da viatura flagrou quando Watkins disse "nós devíamos gravar um [vídeo para o] OnlyFans aqui" e tudo o que aconteceu depois. Noa comprou a ideia da companheira, que fez sexo oral nele gritando palavras ofensivas à polícia, enquanto ele filmava com seu celular. Depois, Noa fez uma ligação para um amigo e contou a história.

O oficial voltou à viatura sem saber do ocorrido. Na sequência, Noa foi preso, já que foram encontradas drogas em seu carro. Watkins foi deixada em um posto de gasolina. Algum tempo depois, ao revisar as filmagens da câmera interna, o policial descobriu o ato sexual e voltou ao posto para prender a mulher.

Watkins saiu da prisão no mesmo dia e deve ser julgada no dia 16 de dezembro. Noa também está em liberdade, mas teve que pagar fiança e será julgado no dia 13 de dezembro.

Internacional