PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

Mundo registra recorde de mais de 3 milhões de casos de covid em 24 horas

10.jan.2022 - Trabalhador coleta testes PCR de covid-19 em Long Beach, na Califórnia, EUA - Patrick T. Fallon/AFP
10.jan.2022 - Trabalhador coleta testes PCR de covid-19 em Long Beach, na Califórnia, EUA Imagem: Patrick T. Fallon/AFP

Do UOL, em São Paulo

11/01/2022 08h11Atualizada em 11/01/2022 17h26

Em meio à disseminação da variante ômicron, o mundo registrou um novo recorde de casos de covid-19 em 24 horas, com mais de 3 milhões de infecções. Os dados são de ontem e foram divulgados hoje pelo Our World in Data, projeto ligado à Universidade de Oxford. É o 4º recorde diário de novos infectados nos últimos 8 dias.

O número total registrado foi de 3,28 milhões. O dado foi mais uma vez impulsionado pelos Estados Unidos, que registraram 1,48 milhão de casos.

A Europa registrou 991 mil novos infectados e a Ásia, 400 mil (1,39 milhão somados). Os continentes têm 748 milhões e 4,6 bilhões de habitantes, respectivamente, contra 332 milhões dos EUA.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) alertou que a variante não deve ser descrita como branda. Estudos sugerem que ela tem menos probabilidade de deixar as pessoas gravemente doentes do que as variantes anteriores de covid, mas o número de pessoas infectadas vem deixando os sistemas de saúde sobrecarregados, disse o diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

As hospitalizações por covid-19 nos Estados Unidos atingiram recorde ontem (132.646 pacientes), de acordo com uma contagem da agência de notícias Reuters, à medida que a variante ômicron se espalha pelo país, preocupando as autoridades quanto a uma possível saturação dos sistemas de saúde.

A ômicron parece ser transmitida muito mais facilmente do que as variantes anteriores do vírus. A cepa foi estimada como responsável por 95,4% dos casos de coronavírus identificados nos Estados Unidos em 1º de janeiro, informou o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA).

Algumas instituições de saúde já suspenderam procedimentos eletivos e outras estão permitindo que profissionais da saúde que testaram positivo para covid-19 continuem trabalhando.

Veja abaixo os 10 países com mais casos confirmados de covid-19:

  1. Estados Unidos: 1,48 milhão
  2. Espanha: 292 mil
  3. Índia: 168 mil
  4. Reino Unido: 143 mil
  5. Itália: 117 mil
  6. França: 93,9 mil
  7. Austrália: 93,8 mil
  8. Argentina: 88 mil
  9. Canadá: 65,7 mil
  10. Turquia: 65,2 mil

Mortes

Apesar da explosão no número de infectados devido à variante ômicron, o número de mortes não cresce na mesma proporção.

Com o avanço da vacinação contra a covid-19 pelo mundo, a média de óbitos nos últimos 7 dias é de 6,3 mil, mesmo patamar de outubro de 2020. A média está abaixo inclusive da primeira onda da pandemia, em abril de 2020 (quando chegou a um pico de 7,1 mil).

Nas últimas 24 horas foram registrados oficialmente 6,4 mil óbitos. O recorde de mortes em 24 horas no mundo segue sendo de 20 de janeiro de 2021: 18.062.

Veja abaixo os 10 países com mais mortes confirmados de covid-19:

  1. Estados Unidos: 1.906
  2. Rússia: 726
  3. França: 280
  4. Índia: 277
  5. Itália: 227
  6. Vietnã: 212
  7. Espanha: 202
  8. Cuba: 167
  9. Hungria: 167
  10. Filipinas: 143

* Com Estadão Conteúdo

Internacional