PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Três homens são condenados por invadir rio e tirar selfie com ursos nos EUA

David Engelman foi flagrado entrando no rio para tirar fotos dos ursos marrons - Reprodução
David Engelman foi flagrado entrando no rio para tirar fotos dos ursos marrons Imagem: Reprodução

Do UOL, no Rio

22/05/2022 09h36

Três homens foram condenados a pagar US$ 9 mil em multas (R$ 43,8 mil, em cotação de hoje) por invadirem um rio onde ursos pardos se alimentavam em uma reserva nos Estados Unidos.

O caso ocorreu em 2018 no Parque Nacional e Reserva Katmai, no Alaska. David Engelman, agora com 56 anos, do Novo México, e os residentes do Alaska Ronald Engelman II, 54, e Steven Thomas, 30, estavam em um ponto de observação de ursos quando decidiram invadir o curso d'água.

David Engelman foi flagrado em uma câmera ao vivo tirando uma selfie na frente dos ursos.

Processados, os três homens se declararam culpados em julgamento. Além das multas, David e Ronald Engelman foram condenados a uma semana de prisão cada. Thomas foi condenado a 10 dias. Todos eles estão proibidos de entrar em qualquer parque nacional por um ano.

O superintendente do parque, Mark Sturm, disse que o incidente foi preocupante. Ursos pardos se reúnem nessa área do parque para pegar salmão quando os peixes migram rio acima. Esses ursos podem ser territorialistas.

"Há diversos tipos de cenários em que aquilo poderia ter resultado em um incidente muito trágico", explicou ele.

Internacional