PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Tratador perde dedo ao tentar acariciar leão em zoológico na Jamaica

Turistas gravaram momento em que leão devorou dedo de funcionário de zoológico.  - Reprodução/YouTube
Turistas gravaram momento em que leão devorou dedo de funcionário de zoológico. Imagem: Reprodução/YouTube

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/05/2022 10h22

Um leão arrancou o dedo de um tratador de animais que o colocou a mão por entre as grades de sua jaula. O incidente aconteceu na sexta-feira (20), em um zoológico em St.Elizabeth, na Jamaica.

O episódio foi gravado pelas testemunhas do local. As imagens mostram o homem, cuja identidade não foi revelada, tentando impressionar um grupo de visitantes ao colocar uma das mãos dentro da jaula do leão para acariciá-lo. Em alguns momentos, ele também procurou chamar a atenção do animal para brincar com ele, como se fosse um gato de estimação.

No entanto, o clima muda totalmente quando o tratador percebe que o leão estava ficando irritado e se preparava para avançar sobre ele. O homem tenta escapar, mas o leão rapidamente prende suas mandíbulas ao redor de um dos dedos da vítima.

Na filmagem, o homem pode ser visto desesperadamente puxando sua mão, enquanto o leão continua segurando. Ele não conseguiu tirar o dedo anelar dos dentes do mamífero e acabou o perdendo.

Atenção: imagens fortes a seguir

Testemunhas ouvidas pelo jornal Jamaica Observer relataram que o zoológico inteiro foi tomado por pânico.

"Quando tudo aconteceu, pensei que era uma piada", disse uma mulher. "Eu não percebi a seriedade disso, porque é o trabalho deles fazer um show. Obviamente, quando ele [funcionário] caiu no chão, todos perceberam que era sério. Todos começaram a entrar em pânico. Toda a pele e quase a primeira articulação do dedo dele se foram. Eu fugi da coisa toda, porque eu não gosto de ver sangue".

A visitante também explicou que viu a vítima caminhando até um veículo e saiu do local desesperada e em agonia, deixando os espectadores atordoados.

A diretora-gerente da Sociedade Jamaicana para a Prevenção da Crueldade contra os Animais, Pamela Lawson, disse em um comunicado à imprensa que está investigando o caso. Ela repudiou o comportamento do funcionário do zoológico que, segundo Pamela, demonstrou falta de responsabilidade e senso de segurança na frente dos visitantes, colocando a si mesmo em perigo.

A direção do Jamaica Zoo emitiu uma nota declarando que a vítima do ataque foi encaminhada a um hospital próximo e está se recuperando de ferimentos considerados "leves" pelos médicos.

Representantes do estabelecimento afirmaram que o incidente não é comum em suas dependências e estão tomando medidas para evitar novas ocorrências.

"Estamos revendo o vídeo, com o objetivo de evitar futuras recorrências. É um evento infeliz, que nunca deveria ter acontecido, e nós, do Jamaica Zoo, estamos fazendo tudo para ajudar o homem a se recuperar", disse o zoológico, em comunicado.

Internacional