PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
1 mês

Prefeito de Kherson, na Ucrânia, é preso por tropas russas, diz autoridade

Em março, Ministério da Defesa da Rússia já dizia ter tomado a cidade de Kherson, mas perda de controle só foi reconhecida em maio - Reuters
Em março, Ministério da Defesa da Rússia já dizia ter tomado a cidade de Kherson, mas perda de controle só foi reconhecida em maio Imagem: Reuters

Do UOL, em São Paulo

28/06/2022 14h19Atualizada em 28/06/2022 14h41

O prefeito da cidade ucraniana de Kherson, Igor Kolykhaev, foi preso pelas forças da Rússia e seus aliados separatistas, anunciou hoje o vice-chefe do governo de ocupação do município, Kirill Stremusov, segundo a agência de notícias estatal russa Ria Novosti.

Kolykhaev, que é o prefeito eleito da cidade, foi deposto pelas forças russas que conquistaram a região de Kherson em abril. Em seu lugar, assumiu a cidade Oleksandr Kobets.

"O ex-prefeito Kolykhaev foi detido. A mídia nazista o considera um prefeito heroico (...), mas este indivíduo causava muitos danos ao processo de desnazificação e foi, finalmente, neutralizado", declarou o funcionário da administração militar e civil de Kherson.

A Rússia e seus aliados afirmam que o poder na Ucrânia está nas mãos de "nazistas" e o Kremlin justifica a "operação militar" lançada em 24 de fevereiro como uma força-tarefa destinada a "desnazificar" a ex-república soviética.

Desde que fracassou em sua tentativa de tomar a capital Kiev nas primeiras semanas da guerra, o exército russo concentra sua ofensiva no sul e no leste, com incessantes bombardeios de artilharia e mísseis.

Kherson, a segunda maior cidade da Ucrânia depois de Kiev, foi um dos últimos locais onde os russos tiveram sucesso em sua ofensiva militar. O município fica ao norte da Crimeia, território que já é controlado pela Rússia desde 2014.

Mapa Rússia invade a Ucrânia - 26.02.2022 - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL