Conteúdo publicado há 3 meses

George Santos após expulsão: 'Que esse lugar vá para o inferno'

Após ser expulso do Congresso dos EUA, o agora ex-deputado republicano George Santos reagiu e disse querer que a casa legislativa "vá para o inferno". A declaração foi feita à CNN americana.

O que aconteceu

O questionamento ocorreu devido a certos "acessos" que George Santos manteria se continuasse no Congresso, como às salas de jantar, reportou a CNN. Isso porque ele, apesar de cassado, não foi condenado por um crime. Porém, Santos disse que não irá usar dessas prerrogativas:

Por que eu iria querer ficar aqui? Que esse lugar vá para o inferno.
George Santos à CNN

"Como não sou mais membro oficial do Congresso, eu não tenho mais que responder suas perguntas", continuou George Santos aos repórteres após a expulsão, que o questionavam a respeito de suas impressões sobre o julgamento.

Primeira expulsão em 20 anos

George Santos é o sexto deputado a ser cassado na história dos Estados Unidos. Ele esteve envolvido em uma série de escândalos e responde a 13 acusações na Justiça norte-americana.

O resultado saiu hoje: foram 311 votos a favor e 114 contra. Deputado foi expulso do Congresso norte-americano com aprovação de deputados do próprio partido. Cento e cinco republicanos votaram a favor da expulsão.

Comitê de Ética da Câmara mostrou que Santos desviou recursos de campanha. O dinheiro foi usado, por exemplo, para pagar Botox e assinaturas no OnlyFans, plataforma conhecida por conteúdo adulto.

Expulsão de Santos abre vaga na Câmara dos Deputados dos EUA. A expectativa é que haja uma eleição especial no começo de 2024, segundo o jornal The New York Times.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes