Conteúdo publicado há 28 dias

Ao volante, Putin 'dá carona' a ditador Kim Jong-un em limusine russa

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, fizeram um passeio de limusine nesta quinta-feira (20), em Pyongyang, na Coreia do Norte.

O que aconteceu

Carro foi um presente dado por Putin a Kim. Um vídeo divulgado por agências de notícias estatais dos dois países mostrou Putin dirigindo uma limusine Aurus Senat, carro blindado preto, enquanto Kim permanecia no banco do passageiro.

No vídeo, Putin e Kim aparecem sorridentes e gesticulando a todo momento. Uma câmera foi instalada dentro do veículo para registrar o passeio dos dois líderes. Depois, os dois trocam e Kim assume o volante. A viagem ocorreu depois que ambos assinaram um acordo que incluía um compromisso de defesa, segundo informação da agência Reuters.

Essa nova versão do Aurus Senat só deverá entrar em produção em 2025. O veículo será produzido em uma antiga fábrica da Toyota em São Petersburgo, na Rússia.

Viagem de Putin é para assinar protocolo de defesa mútua. Os dois países reviveram um acordo da época da Guerra Fria e estão comprometidos a se defender militarmente no caso de uma guerra. Agora, Kim Jong-Un deve ajudar mais a Rússia na Ucrânia, enquanto Putin deve enviar mísseis de precisão a Pyongyang.

EUA expressam preocupação com aliança. O governo dos Estados Unidos expressou "preocupação" com a viagem de Putin devido às consequências para a segurança da Coreia do Sul e da Ucrânia. Seul afirmou que acompanhou "de perto os preparativos" da visita.

Deixe seu comentário

Só para assinantes